Diretor de arbitragem da Ferj foi candidato a VP do rival em 2015

19/06/2020 às 17h05 - FUTEBOL

O diretor de arbitragem da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), Luiz Mairovitch, foi candidato a vice-presidente do Flamengo nas eleições de 2015. Ele integrou a Chapa Branca, encabeçada por Cacau Cotta. Se a chapa tivesse vencido o pleito, Mairovitch seria vice-presidente de Patrimônio e do Fla-Gávea.

Porém, a vitória foi de Eduardo Bandeira de Mello, reeleito com 1632 votos. Cacau Cotta ficou em terceiro lugar, com 259 votos.
 

Questionada pelo GloboEsporte.com, a Ferj informou que não vê conflito de interesse na participação recente de seu diretor de arbitragem na política de um dos clubes participantes do Campeonato Carioca. Mairovitch diz não ver "erro nenhum" e afirma que trabalhou no Botafogo como gerente de projetos - cargo remunerado - entre 1995 e 1998.

- Não tem nada demais. Não tem erro nenhum. Trabalhei no Botafogo, trabalhei no Flamengo, estou presidente do Hebraica. Não tem nada de errado, pelo contrário. Entrei para dar transparência a tudo que acontece e tentar fazer o melhor trabalho possível. Dentro do que está sendo feito, a gente só escuta elogios ultimamente.
 

Mairovitch ganhou notoriedade na quinta-feira, quando transmitiu ao vivo trechos do jogo entre Bangu e Flamengo, no Maracanã. Disputada com portões fechados, a partida ocorreu sem transmissão pela TV ou pela internet porque não houve acordo entre Globo e Flamengo para a compra dos direitos de transmissão dos jogos do clube no Campeonato Carioca.

O diretor de arbitragem afirmou que fez a transmissão por conta do aniversário de seu filho, mas assumiu o erro e garantiu que não voltará a acontecer.

- O meu filho fez aniversário ontem e eu não botei no Facebook aberto para todo mundo ver. Meu Instagram é fechado (nota da redação: o diretor fechou o Instagram apenas nos minutos finais da partida). Eu errei, não podia ter feito nem aberto ou fechado. E não vai acontecer de novo.

Fonte: Globoesporte.com