Diretor do Vasco justifica saída de Nenê

31/01/2018 às 13h17 - FUTEBOL

Nenê já foi apresentado e iniciou os treinamentos no São Paulo. O jogador, no entanto, segue dando o que falar no Vasco, seu ex-clube. O novo diretor executivo Paulo Pelaipe justificou a saída do jogador. Segundo ele, o Cruzmaltino quer atletas comprometidos com o projeto que está sendo desenvolvido em São Januário.

Fica claro para Pelaipe, portanto, que o pedido de Nenê para deixar o Vasco mostra que o jogador não estava focado como deveria, o que facilitou a liberação para negociar com o São Paulo.

"Queremos jogadores comprometidos com a camisa, com o clube. Por isso mesmo que quando Nenê manifestou seu desejo de sair, nós ajudamos. Precisamos incentivar e valorizar a base do clube cada vez mais", disse Paulo Pelaipe à ESPN.

"Tivemos uma conversa com Nenê e ele disse que gostaria de ir embora, alegou que tinha problemas familiares. O São Paulo assumiu alguns compromissos que o Vasco tinha. Chegamos ai a um final de negociação que foi bom para todos, para o jogador que não queria mais jogar conosco e para os clubes", completou o diretor executivo do Vasco.

Não é segredo para ninguém que o salário atrasado foi o que motivou a insatisfação e, consequentemente, a saída de Nenê. Sem citar o jogador, Pelaipe comentou a delicada situação financeira do Vasco e não deu qualquer previsão mais concreta de quando a dívida poderá ser quitada.

"Temos pendência de duas folhas com os jogadores. O assunto está sendo tratado diretamente pelo presidente, vice de futebol e o departamento jurídico. Nós estamos nos inteirando das coisas do clube. Estamos fazendo um planejamento junto com a comissão técnica. Sabemos o que nós queremos, onde temos que atacar, os reforços que precisamos. Mas o primeiro grande reforço, que eu disse na apresentação, é colocarmos os salários em dia. É o primeiro grande reforço do Vasco no ano", concluiu o dirigente do Vasco. 

Fonte: UOL Esporte

Enquete

Quem você gostaria que fosse o novo técnico do Vasco?

Deixe seu comentario