Diretor médico do Vasco explica recuperação de Talles Magno

18/03/2020 às 08h11 - FUTEBOL

Talles passou por cirurgia em 26 de fevereiro após se machucar durante a folga de carnaval. Pelo estimado, a volta aos treinos ocorreria em três meses. A consolidação da fratura, ou seja, a cicatrização do osso, entre oito e dez semanas.

- Desde o primeiro dia do pós-operatório, ele esteve bem. Não houve dor ou hematoma. Começou a fisioterapia cinco dias após a cirurgia no CT. No começo, foi local e, com o tempo, iniciamos a mobilizar musculaturas que não comprometem a fratura. Agora, vamos fazer o monitoramento radiográfico até chegar o ponto de ele poder pisar. Inicialmente, com carga parcial e depois total para ele poder correr - explicou Marcos Teixeira, diretor médico do Vasco.

Talles tem a perna imobilizada desde a alta que recebeu do hospital. A imobilização é removível, ou seja, retirada para fazer o tratamento e os exercícios físicos leves (treinamento cardiovascular sem envolver os membros inferiores). Além de atividades particulares, como tomar banho.

Por conta da suspensão das atividades do futebol profissional do Vasco, medida para evitar risco de contaminação do novo coronavírus, Talles não fará mais a fisioterapia diária no CT. Em combinação com o departamento médico do clube, as sessões serão feitas em casa.

Fonte: GloboEsporte.com