Diretoria intensifica busca por um camisa 10 para a vaga de Nenê

05/02/2018 às 13h04 - FUTEBOL

Os primeiros jogos de Thiago Galhardo pelo Vasco serviram para deixar uma boa impressão e fazer com que a desconfiança sobre ele ficasse de lado. Domingo, na vitória por 3 a 1 sobre o Volta Redonda, ele fez um gol bonito gol aos 20 segundos de jogo. Tudo isso com a camisa 10 cruz-maltina nas costas, e ele garante ter ficado bem à vontade.

Depois da ida de Nenê para o São Paulo, a diretoria intensificou a procura no mercado por um meia de criação, mas Galhardo acredita que este jogador já pode estar em São Januário.

- Eu gosto dessa camisa 10. O Evander também pode ser. Por que não ele? Por que não eu?. O Nenê deixou uma marca muito positiva. Não tem como comparar. Não precisa buscar um 10, mas se vier, vai nos ajudar também - afirmou.

Nas partida da Libertadores, foi Evander que usou a 10 e marcou dois gols no Chile.

- O Evander é um amigo, tem brilhado a estrela dele. Frieza absurda, batida na bola, visão de jogo... Obviamente quero jogar, mas tenho que respeitar. A disputa é sadia. Quem ganha é o Vasco. Vou de lateral, zagueiro... Estou disponível para ajudar.

Quarta-feira, no jogo de volta contra a Universidad de Concepción, a tendência é que Thiago Galhardo inicie a partida no banco, mas nem por isso no nível de ansiedade é menor para conseguir logo avançar na Libertadores. A bola rola às 21h45, em São Januário.

- A ansiedade é normal, isso que nos move. Torcida vai encher o estádio. Fizemos um bom resultado, mas a torcida quer ver um bom jogo, gols, De degrau em degrau para chegarmos depois na fase de grupos junto com Cruzeiro, Racing e LaU.

Quem passar de Vasco e Universidad de Concepción vai enfrentar o vencedor do confronto entre os bolivianos Oriente Petrolero e Jorge Wilstermann, que duelam na quinta-feira. O Wilstermann venceu por 2 a 1 a partida de ida, fora de casa.

Fonte: GloboEsporte.com

Enquete

Quem você gostaria que fosse o novo técnico do Vasco?

Deixe seu comentario