Dirigente do Libertad elogia Martín Silva: "Está em outro patamar"

29/12/2018 às 19h37 - CLUBE

Após defender a meta cruz-maltina de 2014 a 2018, Martín Silva deixou o Vasco no fim deste ano para retornar ao futebol paraguaio. Será sua segunda passagem pelo país. Na primeira, atuou pelo Olimpia, clube em que foi vice-campeão da Copa Libertadores da América. Desta vez, jogará pelo Libertad. Ídolo da torcida do Gigante da Colina, o arqueiro uruguaio deixou São Januário em baixa, perdendo a titularidade para Fernando Miguel na reta final do Campeonato Brasileiro.

Em entrevista exclusiva ao Esporte 24 Horas, Francisco Giménez Calvo, presidente do Libertad, minimizou o fato de Martín ter encerrado sua passagem pelo Vasco no banco de reservas. O dirigente paraguaio relembrou os anos em que o goleiro foi titular da equipe cruz-maltina e as convocações do mesmo para grandes torneios com a Seleção Uruguaia.

“De forma alguma isso tira o peso da sua contratação pelo Libertad. Fizemos um investimento importante para contar com ele na próxima temporada. Infelizmente todo o jogador está sujeito a ter bons e maus momentos e não seria diferente com ele. O Martín construiu uma carreira sólida no futebol brasileiro, se tornou um dos ídolos da torcida do Vasco e se constituiu em dos melhores goleiros em atividade no Brasil. Isso já o credencia para coloca-lo no nível de uma das grandes contratações do futebol sul-americano. Embora tenha terminado a temporada como reserva, não podemos esquecer que ele foi titular do Vasco por quatro anos e só saiu do time por causa das convocações para a Seleção Uruguaia. Além disso, esteve presente em duas Copas do Mundo e duas Copas América. Não podemos esquecer que o Martín já atuou no Paraguai com as cores do Olímpia. Por isso, esperamos que ele tenha uma rápida adaptação ao Libertad.”
 

Martín Silva chega ao Libertad com moral. De acordo Francisco Giménez, o planejamento do clube passa pela vinda do goleiro. O objetivo é conquistar o Campeonato Paraguaio e fazer boas campanhas nas competições internacionais.

“O Martín Silva foi contratado para dar mais experiência ao time do Libertad. A próxima temporada será muito importante para o clube. Nós temos o plano de vencer o Campeonato Paraguaio e de fazer uma boa campanha nas competições internacionais que teremos pela frente. O nosso planejamento passa pela vinda do Martín. Pela qualidade, pela experiência, pela carreira, pelo conhecimento e pelo desejo de vencer grandes competições.”

O dirigente paraguaio destacou a rara oportunidade de encontrar no mercado um jogador do nível do goleiro. Para Francisco, Martín está em outro patamar entre os grandes goleiros.

“O Martín Silva é um goleiro com grande reputação internacional. É um jogador que construiu uma carreira esportiva muito bonita. Isso o coloca em outro patamar entre os grandes goleiros. Não é todo o dia que encontramos um jogador do nível dele disponível no mercado.”


Concorrência

 

O destino de Martín Silva poderia ter sido outro clube paraguaio. O Cerro Porteño também demonstrou interesse no jogador. No entanto, Francisco Giménez revelou que a negociação com o goleiro foi fechada rapidamente pelo Libertad. O clube apresentou o projeto, o arqueiro gostou e deu sinal verde para que seu representante concluísse o acordo entre as partes.

“Nós estávamos confiantes desde o início de que iriamos conseguir a contratação do Martín. A conversa com ele foi muito rápida. Apresentamos nosso planejamento, o que projetamos para o clube e o que esperamos dele. Ele ficou muito impressionado com o que desejamos e pediu para que o seu representante fechasse logo o acordo. Foi tudo muito rápido”, encerrou.

Fonte: Esporte24Horas