Douglas Luiz: "O Vasco foi tudo na minha vida"

12/05/2020 às 21h27 - CLUBE

A Vasco TV promoveu mais uma live nesta terça-feira (12/5). Desta vez, os convidados foram Douglas Luiz, cria da base vascaína e atualmente no Aston Villa (ING), além de outros dois Meninos da Colina que jogam na mesma posição do DG, Bruno Gomes e Juninho. A live dos crias durou quase duas horas e foi recheada de elogios entre o trio. Os dois atletas vascaínos falaram sobre a inspiração no jogador da Seleção Brasileira, que agradeceu e garantiu que quer voltar para São Januário num futuro próximo.

- Saudade que ainda está no meu coração, até pelo meu modo de achar que o que o Vasco fez por mim foi muito mais do que fiz pelo Vasco. Ainda tenho muita vontade de voltar num futuro próximo e dar muita alegria para essa torcida. Acho que o Vasco é marcado na minha vida. É um clube que, quando eu entrava em estádio, me arrepiava. Sinto muita saudade.Não gosto nem de assistir aos jogos quando estou longe. Assisto, mas a vontade de querer estar em campo é maior. Não sei se me faz bem ou mal. Mas sinto muito honra de ter podido participar desse grande clube que é o Vasco. Espero voltar num futuro próximo para fazer o que eu não me deu tempo de fazer ainda. Que é ser campeão de diversos títulos e dar muitas alegrias para essa torcida maravilhosa.

Juninho falou sobre o quanto ouviu falar de Douglas na base e que sempre foi muito comparado ao jogador do Aston Villa (ING) pelas características físicas e pela história de vida dos dois serem parecidas.

- Ouvi muitas histórias dele, sempre falavam dele. A força, o jeito de jogar. As pessoas sempre me compararam um pouco a ele. Sou realmente muito fã dele, me inspiro nele. Tenho muito carinho pela história dele. Sou realmente muito fã dele. Me inspiro nele e espero conseguir realizar o muito do que ele conseguiu até agora - disse o camisa 50, antes de ser completado por Bruno:

- Quando ele começou a subir, eu já era da base. Lembro do primeiro gol dele. Cara que joga na minha posição. Serve como incentivo. Sempre gostei muito do estilo do jogo dele e me inspiro muito nele.

Douglas: "O Vasco foi tudo na minha vida"

Atualmente no Aston Villa e na Seleção Brasileira, Douglas não esconde a gratidão pela formação no Vasco. O garoto, que subiu aos profissionais por intermédio do técnico Jorginho, em 2016, declarou seu amor pelo Gigante da Colina, lembrou os primeiros passos e reafirmou o desejo de vestir a camisa do Vasco no futuro:

- O Vasco foi tudo na minha vida. Me abriu as portas e não me tornou não só um jogador. Me deu estudo, me deu comida e me deu transporte. Por isso, eu tenho um enorme carinho pelo o que o clube fez por mim. Lógico que com minhas lutas diárias, eu fui conquistando meu espaço. No profissional, o Jorginho foi um dos técnicos mais especiais. Foi um momento no sub-20 onde eu não estava muito bem. É uma categoria que, para mim, é a mais difícil. São três anos. Tenho certeza que a minha vontade de poder voltar a dar muito alegria pelo clube que fez tudo isso que falei agora. Minha prioridade sempre vai ser o Vasco. Pretendo voltar quando eu tiver de bolso cheio. Dinheiro acho que não será problema quando eu voltar, acho que é mais amor. E o único time do Brasil pelo qual eu tenho amor é o Vasco.

Delacruz faz participação

Durante a live, outro convidado especial fez uma rápida participação e até "assinou" um contrato com Douglas Luiz. O cantor Delacruz entrou, para alegria do trio e principalmente de Bruno Gomes, que é muito fã. Juninho contou que divide quarto com o amigo nas concentrações e viagens e ele sempre coloca as músicas do vascaíno nas playlists. Bruno agradeceu aos elogios e lembrou que não conseguiu tirar uma foto com Dela após o empate em 1 a 1 com a Chapecoense, pela última rodada do Brasileirão de 2019, no Maracanã, já que acabou sendo sorteado para fazer o exame antidoping.

- Eu fui para o doping, demorei a mijar (risos) e quando voltei ele já tinha ido embora - contou Bruno.

Delacruz tomou a palavra, prometeu a foto para uma próxima oportunidade e lembrou de um encontro com Douglas, durante um show na Barra da Tijuca em 2019. Douglas rapidamente respondeu:

- Vamos fechar um contrato. No dia que eu voltar pro Vasco, você faz um show depois do jogo - convocou DG, que teve a resposta positiva do cantor.

CONFIRA OUTROS TRECHOS DO BATE-PAPO

DOUGLAS SOBRE ELOGIOS

Para mim, é uma honra ter esses dois grandes jogadores me vendo como uma referência. Fico muito feliz. Nossa história, quando vem do começo, é bem difícil, e as pessoas mais novas estão sempre olhando e fazendo de você um espelho, uma referência. Graças a Deus, sou um garoto que deu certo na carreira. Estou sempre acompanhando os jogos deles. Estamos juntos. Se precisarem de algum conselho ou seja lá o que for, estarei aqui. Eu acho que o Vasco tem esse lado bom de ser vendido. Os torcedores deveriam ver que quando um craque é vendido, vem a esperança de perguntar: "Quem é o próximo craque que está vindo?"

DOUGLAS SOBRE JUNINHO

Acho que não tem muita tática. A gente que tem um bom chute de fora da área não pode ter medo de arriscar. Era o que eu sempre fazia na época do Vasco, seja de onde for. De dentro da área, de dentro da fora. Se eu estava confiante, eu chutava sem ver quem estava do lado ou não (risos). Se tiver alguém melhor para finalizar, dá o passe e ganha uma assistência. Está bom.

DOUGLAS FALA DA PRODUÇÃO DE TALENTOS DO VASCO

Vasco cria muitos monstros, muitos jogadores bons. Dá para ver o quanto o Vasco é qualificado na base. Saí tem três anos e olha quantos jogadores já apareceram? É uma fábrica de craques e de fazer bons jogadores.

DOUGLAS E ADAPTAÇÃO NA SELEÇÃO

Desde quando eu estou aqui na Europa, foi muito importante a ajuda de diversos jogadores que já estavam aqui. Tive ajuda de brasileiros, como Gabriel Jesus, Fernandinho, Ederson e até o Bernardo, que é português. Tite me contou que vem me avaliando desde o Vasco. Se não me engano, ele estava num jogo contra o Atlético-GO.

Na Seleção, acho que minha principal ajuda foi a do Philippe Coutinho. Ele me disse para não ficar travado. Você chega lá e vê grandes jogadores, que há quatro ou cinco anos atrás, você estava jogando no videogame e agora está dividindo o campo. Realmente é muito emocionante para qualquer jogador. Agradeço demais ao Philippe Coutinho e a todos que participaram da minha trajetória.

JUNINHO E BRUNO FALAM SOBRE TRANSIÇÃO

Juninho: O que nos ajudou a não sentir muito, os caras mais velhos deram muita moral e nos ajudaram muito. Interagiram muito, apoiaram muito. Quando a gente errava, falavam para a gente continuar. Acho isso o mais importante. Só tenho a agradecer a todos.

Bruno: Sempre tentei me manter tranquilo na transição. Estreei lá no campo do Corinthians. Eu estava um pouco nervoso, mas acho que o time me ajudou bastante. Castan toda hora conversava comigo, e o Luxemburgo, que me falou para eu jogar como se estivesse numa pelada na rua. Foi uma frase que levei para a vida toda.

DOUGLAS SOBRE PERÍODO NO MANCHESTER CITY

Eu não esperava ser vendido, mas acho que Deus sabe de tudo. Estou muito feliz nesse grande clube que, para mim, é como se fosse um Vasco. Tem o seu caldeirão, tem uma torcida muito apaixonada pelo clube. É um clube que é reconhecido em todo o país. E tenho certeza que o clube está muito feliz. Tem uma cláusula de o Manchester City poder me comprar nesses dois primeiros anos. Fiquei muito interesse que o Pep tinha em mim.

DOUGLAS SOBRE CONVÍVIO COM GUARDIOLA

Na verdade, não tenho palavras para falar sobre ele. É um cara que é focado em futebol, a vida dele é futebol. Para mim, é o melhor treinador do mundo. Em dois meses, o cara conseguiu evoluir mais de 70% do meu potencial na minha concepção. Tenho muito carinho por ele, agradeço demais a ele por tudo que fez. Me sinto muito honrado de ter esse carinho de um grande treinador, que para mim é o melhor, pelo meu futebol.

JUNINHO E BRUNO FALAM SOBRE RAMON MENEZES

Juninho: Cara que trabalha bem sério. Sempre me deu vários conselhos onde buscar a bola, hora de passar e hora de conduzir. Só temos a aprender. Espero que tudo dê certo e que a gente consiga grandes coisas com ele.

Bruno Gomes: É muito gente boa, procura estar sempre ajudando. Me acolheu, me deu muitos conselhos. Às vezes brinca comigo na hora de bater na bola, pergunta se consigo bater igual a ele. O Ramon é absurdo na batida de bola, espero que ele tenha muito sucesso.

BRUNO SOBRE TITULARIDADE

Eu comecei muito bem, mas o Andrey também estava jogando muito. Então tenho que respeitar a decisão do Abel e agora tenho de trabalhar para buscar meu espaço.

DOUGLAS RELEMBRA GOL NA FINAL DA TAÇA RIO DE 2017

Esse gol aí de emocionar qualquer um. Abriu 1 a 0 numa final, minha família estava toda no estádio. Vai ser lembrado por toda a minha vida. Marca meu primeiro título como profissional do Vasco. Marca um estádio que estava cheio e com um bando de pessoas gritando o seu nome. Acho que é o mais marcante para mim até hoje.

Fonte: Site oficial do Vasco