Edmundo e PVC proporcionam debate ríspido ao vivo

18/06/2018 às 20h35 - FUTEBOL

A segunda-feira (18) foi mais um dia quente no Expediente Futebol, programa de debates do Fox Sports. Como já aconteceu outras vezes, o ex-jogador Edmundo e o jornalista Paulo Vinícius Coelho proporcionaram um debate ríspido.

Desta vez, eles discutiram por conta da atuação de Neymar no jogo de estreia da seleção brasileira contra a Suíça neste domingo (17), desempenho muito abaixo do que todos esperavam.

O debate começou após Rodrigo Bueno e Edmundo dizerem que Neymar individualizou muito o jogo e caiu demais em faltas. “O Tite precisava fazer uma intervenção, cobrar do Neymar. Ele está passando a mão na cabeça do Neymar”, disse Bueno.

PVC discordou e disse que, em sua opinião, falta conhecimento tático ao torcedor brasileiro. “É inacreditável, inacreditável, que o Brasil empatou e nós estamos discutindo UM jogador! Na Copa do Mundo mais tática da história! Ninguém disse aqui que o Neymar jogou bem, ou que o Brasil arrebentou. Mas é incrível a nossa falta de cultura de futebol!”, começou.

“O Messi não jogou nada contra a Islândia, o Pogba não fez nada contra a Austrália, todos os favoritos tropeçaram… O Neymar jogou mal, mas não pessimamente! Nós estamos discutindo um jogador, não o jogo!”, desabafou PVC. “Tem razão, o Neymar segura muito a bola, mas quem julgou que as faltas foram faltas não foi o árbitro que ajuda o cai-cai. Foi o árbitro da Fifa!”.

O problema foi que Edmundo reagiu com sarcasmo. “Eu falei sobre o Neymar, mas aí me convenceram de que o Neymar jogou bem, arrebentou. O Brasil ganhou, gente! As 10 faltas que o Neymar sofreu valeram um gol!”, ironizou o ex-jogador.

“O que você espera do craque do time? Que ele sofra a falta ou faça o gol? PVC, não pode ser legal ele ser o recordista de faltas na primeira rodada. Se ele quer ser o melhor do mundo, precisa fazer três igual o Cristiano Ronaldo”, acrescentou Edmundo.

PVC tentou acalmar as coisas ao dizer “Edmundo, você não entendeu”, o que pareceu ter incomodado o ex-atleta ainda mais. “Eu não entendo de nada. Sou pago para dar minha opinião, mas sou ignorante futebolisticamente”, respondeu Edmundo de forma ríspida.

A briga logo foi encerrada pelo apresentador João Guilherme, mas, para evitar maiores comentários, o narrador pediu pra Edmundo e PVC se abraçarem em um gesto de paz. Eles se cumprimentaram e tudo terminou com o ex-jogador explicando como é a relação dos dois.

“Eu queria só falar uma coisa por dez segundos: eu e o PVC não brigamos, nós divergimos. E isso aqui não é um programa de uma opinião só, é um programa de debates”, concluiu o ídolo do Vasco.

Fonte: Blog Uol Esporte vê TV

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario