Edílson é expulso, mas Vasco bate o Criciúma

13/04/2006 às 00h47 - FUTEBOL

Atuando com um jogador a menos por mais de 50 minutos, o Vasco arrancou uma vitória de 2 a 1 sobre o Criciúma, de virada, na noite desta quarta-feira, no Estádio Heriberto Hulse. Alex Sandro anotou para o Tigre, enquanto Ramon e Ernane marcaram os gols dos cariocas na partida.
As duas equipes fazem o jogo de volta no próximo dia 20, no Rio de Janeiro, e o time cruzmaltino se classifica até perdendo por 1 a 0, já que fez dois gols na casa do adversário.

O jogo: O primeiro lance de perigo aconteceu a favor do Vasco, aos sete minutos, quando Valdiram avançou em velocidade e chutou para boa defesa de Fabiano. O time da casa, no entanto, não se intimidou e abriu o placar aos nove, com Alex Sandro aproveitando rebote da defesa vascaína para acertar um bonito chute no ângulo direito de Cássio.

Apesar da vantagem, o Criciúma não se acomodou e permaneceu no ataque, criando transtornos para a confusa defesa vascaína. Mas quando não estava bem em campo, o Vasco chegou ao empate. Aos 21 minutos, Ramon foi lançado e tocou na saída do goleiro Fabiano.

A partir daí, o jogo se tornou mais equlibrado com as duas equipes buscando o ataque. O Vasco, no entanto, ficou com um jogador a menos aos 37 minutos, quando Edílson acertou uma cotovelada em Rodrigo e foi expulso.

O segundo tempo começou com uma oportunidade para cada lado. No primeiro minuto, Ramon cobrou falta e Fabiano defendeu com dificuldade. Aos dois, o Tigre respondeu e Athos chutou de bico, assustando Cássio. O Criciúma tinha uma leve superioridade na partida, mas não conseguia sufocar o adversário. Já no Vasco, Valdiram era a única opção ofensiva. O jogador lutava bravamente como aos 18, quando fez jogada individual e chutou a bola, que ainda desviou no caminho antes de ser defendida.

Vendo o seu time cansar em campo devido à desvantagem numérica, o técnico Renato Gaúcho resolveu trocar o meia Ramon por Abedi. O Vasco parecia satisfeito com o empate e trocou o atacante Valdiram pelo meia Ernane. Mas este jogador entrou em campo e garantiu a vitória cruzmaltina aos 42, com um chute cruzado sem chance para Fabiano.

Fonte: Gazeta Esportiva.net