Edílson volta com força total

10/07/2006 às 06h15 - FUTEBOL

A participação do atacante Edílson foi a melhor notícia para a torcida vascaína no amistoso em Saquarema, disputado no sábado. Ele jogou os 90 minutos, nada sentiu e teve uma boa participação em campo, fazendo, inclusive, um dos gols do clube de São Januário, na vitória por 2 a 0 sobre o Boavista.

Edílson se contundiu no dia 28 de maio, em partida pelo Campeonato Brasileiro, contra o São Paulo, no estádio de São Januário, e vinha sendo poupado por Renato Gaúcho nos treinamentos. Ele é uma das maiores apostas da torcida, principalmente para as finais contra o Flamengo, pela Copa do Brasil.

Depois dos 45 minutos iniciais, quando teve boa participação na partida, procurando o jogo a todo momento e caindo bem pelos lados do campo, ele estava satisfeito com sua atuação e sua condição física.

\"Estou legal, me sentindo bem. Está sendo um bom teste, contra uma equipe qualificada\", comentou Edílson, ainda no intervalo.

Mesmo com Renato Gaúcho alterando bastante a equipe na segunda etapa, para dar ritmo de jogo a todos, o Capetinha continuou em campo e com boa participação. O treinador poupou os principais jogadores, como Valdiram, Ramon e Morais, substituindo-os durante o segundo tempo, mas Edílson ficou em campo até o fim da partida.

\"O Edílson foi bem testado hoje (sábado) e mostrou que está se recuperando fisicamente. Isso é muito bom para o Vasco\", disse o treinador Renato Gaúcho após o jogo.

Para completar a boa atuação, o atacante ainda deixou sua marca, já aos 28 minutos do segundo tempo, concluindo com categoria e calma para o gol, após jogada do reserva Ricardinho, que entrou no lugar de Valdiram.

\"Ganhamos, isso que é importante. Eu voltei bem, não senti nada. O tornozelo não incomodou durante os 90 minutos e estou pronto para o restante da temporada\", finalizou um satisfeito Edílson, ao deixar o gramado em Saquarema.

Contra o Palmeiras, na próxima quinta-feira, em São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro, o Capetinha estará à disposição do treinador Renato Gaúcho.

Fonte: Jornal dos Sports