Engenhão terá 280 seguranças particulares contratados pelo Vasco

12/04/2019 às 19h56 - FUTEBOL

O Vasco colocará mais 40 homens no entorno do Estádio Nilton Santos. Ao todo serão 280 seguranças particulares trabalhando para melhorar a proteção no domingo, na decisão contra o Flamengo, às 16h. A ideia do clube é trabalhar com bastante informação para os torcedores conseguirem se deslocar com tranquilidade até o estádio. Serão ainda 340 policiais militares. 

Durante a semana foram feitas reuniões entre Bepe, Flamengo e a Ferj. Todos se mostraram contrários à mudança de lado da torcida. O Tenente-Coronel do Bepe, Silvio Luiz, demonstrou preocupação com as alterações. 

A torcida rubro-negra costumava ficar no Setor Sul, em frente à estação de trem. Ele será ocupado pelos vascaínos neste domingo. 

- Traz uma preocupação. O Flamengo sempre ocupou o outro lado. As escoltas das organizadas sempre são feitas por ali por conta do trem. (A mudança) tornará muito mais trabalhosa as ações da força de segurança. A torcida (do Fla) desceria (do trem) no setor onde vai estar a torcida do Vasco. Não fui consultado. Como mandante, o Vasco escolhe, mas cabe, sim, orientações de segurança. Ações preventivas são importantíssimas. O clube mandante será responsabilizado - disse o Tenente-Coronel, Silvio Luiz. 

Setores da torcida do Vasco: Sul e Leste 
Setores da torcida do Flamengo: Norte e Oeste 

O Vasco entrou em contato com o Comando Maior da Polícia Militar informando as medidas que tomou em termos de segurança para o jogo contra o Flamengo, na final do Campeonato Carioca. 

Medidas: 

1) Aumentará o seu efetivo da segurança privada com mais 50 homens com foco nos acessos ao Estádio Nilton Santos (Engenhão), ficando um total de 280 profissionais efetivamente trabalhando no local; 

2) Aumentará a extensão dos gradis para apoiar na separação do acesso ao setor Sul e no isolamento do Portão 2; 

3) Aumentará o seu efetivo de orientação com mais 35 orientadores de público, com foco de atuação na parte externa do estádio Nilton Santos, ficando um total de 70 profissionais efetivamente trabalhando no local. 

4) Fará ampla divulgação em sites, imprensa e redes sociais quanto aos locais de cada torcida e prestará toda a informação necessária a fim de evitar qualquer tipo de confronto nas redondezas do Estádio Nilton Santos. 
 

Fonte: GloboEsporte.com