Ernane, de 20 anos não quer ser conhecido como Kaká do Nordeste

02/01/2006 às 22h49 - FUTEBOL

Mesmo com 20 anos, o meia Ernane, um dos seis reforços do Vasco para 2006, já mostra ter muita personalidade. Buscando ser reconhecido por méritos próprios, o jogador descarta o apelido que recebeu da imprensa baiana: Kaká do Nordeste.

\"O Vadão, que lançou o Kaká, me lançou também. Então botaram o apelido. Mas eu já tirei este apelido lá e não quero ele aqui também. Quero me destacar pelo meu futebol e com meu nome\", afirmou o meia, que já quer a vaga no time titular:

\"Venho querendo ser titular, mas respeitando os companheiros. Vou trabalhar forte para mostrar meu futebol. O técnico verá meu trabalho e irá decidir\".

Ernane se destacou jogando pela seleção sub-20. O jogador estava no Bahia, que acabou rebaixado, e chega ao Gigante da Colina por um ano de empréstimo. Para tentar conquistar o técnico Renato Gaúcho e a torcida cruzmaltina, o atleta espera mostrar muita ofensividade sem descuidar de ajudar a defesa.

\"Sou um jogador bastante ofensivo e bom nas bolas paradas. Sou leve e rápido, o que me ajuda a carregar a bola com velocidade. Mas também ajudo na marcação\", afirmou Ernane.

Carioca, o meia teve uma experiência frustrante nas divisões de base do Fluminense. O jogador acabou dispensado após morar um tempo no CT do clube: \"No Fluminense eu fiquei um tempo morando em Xerém. Mas eu era muito franzino e acabei saindo\".

Fonte: Pelé.Net