Está aberta a disputa por uma vaga no ataque do Vasco

29/01/2019 às 07h15 - FUTEBOL

Está aberta a disputa por uma vaga no ataque do Vasco. Com Maxi López ainda em pré-temporada, mas com espaço garantido no comando do setor, e a chegada de Rossi com status de titular, sobra apenas um nome para completar o trio idealizado pelo técnico Alberto Valentim.

São vários os candidatos. Quem saiu na frente neste início de temporada foi Marrony, autor de três gols em três jogos. Mas há ainda Yago Pikachu, artilheiro do Vasco em 2018, os reforços Ribamar e Yan Sasse, além de Thiago Galhardo, um dos principais nomes do elenco, e Lucas Santos, recém-promovido.

É o grande destaque neste início de ano no Vasco. Tem três gols e uma assistência em três partidas. Atuou dois jogos na ponta direita, mas foi utilizado como centroavante diante do Americano e cumpriu bem seu papel.

Foi o artilheiro do Vasco em 2018. Teve um tempo maior de pré-temporada e fez seu primeiro jogo contra o Americano - foi dele a assistência para o gol de Marrony. Em tese, atua no mesmo setor que Rossi, pela direita, mas com características diferentes.

Chegou para ser o reserva imediato de Maxi López, e assim, centralizado, foi titular nos dois primeiros jogos do Vasco. Mas suas características físicas fazem com que seja viável considerá-lo atuando pelas pontas. Até agora, mostrou muita disposição, embora tenha desperdiçado chances de gol.

Importante na parte final do Campeonato Brasileiro do ano passado, Galhardo atua mais como meia, mas também tem chance de seguir como titular.

Jogador de mais cadência. Mostrou habilidade nos três jogos como titular com Valentim, atuando pelos lados. Pode atuar também centralizado, mas, a julgar por este início, é visto pelo treinador mais como ponta.

Destaque do Vasco na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o atacante foi promovido aos profissionais e chega com muita expectativa. Como subiu agora e ainda vai precisar se adaptar ao ritmo de jogo diferente, ele surge como a opção menos provável.

Fonte: GloboEsporte.com