Eurico entra na mira de conselheiros para explicar valores não detalhados

14/05/2018 às 07h56 - POLÍTICA

Um grupo de conselheiros do Vasco contrários a Eurico Miranda se mobiliza para cobrar explicações do ex-presidente do clube. No balanço divulgado pelo Cruzmaltino consta o uso de R$ 5,5 milhões sem maiores discriminações. Os opositores estão num processo de recolhimento de 60 assinaturas para que seja obrigada a convocação da reunião do Conselho Deliberativo com o intuito de deliberar sobre o tema.

No documento, que expôs a grave situação financeira do clube, o tópico em discussão está nomeado na página 40 como "suprimento de caixa da presidência" no valor de R$ 4.029.000,00. Na observação, diz que "referem-se a pagamentos efetuados por meio de cheques a título de suprimento de caixa da presidência sem documentação suporte".

Há ainda mais R$ 1.554.000,00 nomeados como "pagamentos diversos" com a observação de que "referem-se a pagamentos efetuados sem a evidência de documentação suporte".

Eurico ainda não deu explicações públicas sobre estas verbas.

Reunião do Conselho cobrará Campello
O processo que tais conselheiros querem exercer é o mesmo que será praticado nesta segunda-feira, na sede Náutica da Lagoa, quando o atual presidente, Alexandre Campello, terá que se explicar sobre as denúncias feitas pelos seus ex-aliados sobre retenção de rendas de jogos e o benefício de seus sócios particulares na folha de pagamento do departamento médico do Vasco.

Na carta de convocação, assinada pelo presidente do Conselho Deliberativo, Roberto Monteiro, há a sugestão de uma formação de um comitê de inquérito para apurar o caso.

Embora não se admita abertamente, há a possibilidade de que um grupo de conselheiros tente levar para frente a abertura de um processo de impeachment do mandatário, algo que faz com que a reunião desta segunda ganhe um grande grau de importância.

Fonte: UOL Esporte

Enquete

Quem você gostaria que fosse o novo técnico do Vasco?

Deixe seu comentario