Eurico Miranda faz queixa a MP contra BWA

06/01/2006 às 21h50 - CLUBE

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, entrou nesta sexta-feira com uma queixa no Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro contra a empresa BWA, que deve confeccionar os ingressos para o Campeonato Carioca. O dirigente se encontrou com o promotor Rodrigo Terra.

O Vasco quer que a empresa seja investigada. O clube só aceita participar do Campeonato Carioca se o Ministério Público divulgar um laudo comprovando que a empresa está legal.

A Federação de Futebol do Rio, ao lado de Flamengo, Botafogo e Fluminense, defendem a contratação da empresa BWA, que cobra 32 centavos por cada ingresso confeccionado. Mas para Eurico esta empresa está sob suspeita desde que a diretoria da Federação foi afastada judicialmente, acusada de evasão de renda e formação de quadrilha.

Mesmo com preço maior, de 56 centavos, o presidente do Vasco briga pela contratação da Quadran, com a qual tem contrato para os jogos em São Januário.

Eurico alega impedimento ético em manter relações com a BWA, que seria ligada ao ex-vice-presidente da Federação Francisco Aguiar, um dos afastados no fim de 2004. Para Eurico, quem defendesse a empresa, estaria compactuando com as irregularidades.

Fonte: Lancenet!