Eurico tem habeas corpus negado em processo na justiça

16/04/2008 às 20h14 - POLÍTICA

O presidente interino do Vasco, Eurico Miranda, teve nesta quarta-feira negado o habeas corpus referente à sentença que o condenou por delito de resistência. O pedido foi negado pelo desembargador federal Messod Azulay, da 2ª Turma Especializada do TRF - 2ª Região. Agora, Eurico poderá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou ao Superior Tribunal Federal(STF), em Brasília.

A sentença foi proferida em outubro de 2007 e condenava o dirigente a um ano e seis meses de detenção. No entanto, ela foi substituída por duas penas restritivas: o pagamento de 360 salários mínimos e a prestação de serviços à comunidade pelo mesmo tempo da pena.

No processo judicial consta que Eurico resistiu ao cumprimento de ordem judicial em 2001, que determinava que documentos contábeis do clube fossem apreendidos. Na ocasião, Eurico chegou a ameaçar o oficial de Justiça.

Fonte: Lancenet!