Eurico volta atrás e decide aderir à Timemania

15/08/2007 às 17h20 - POLÍTICA

Eurico Mirando voltou atrás e decidiu aderir à Timemania, regulamentada pelo presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, nesta terça-feira. Segundo o dirigente cruzmaltino, a loteria não será a solução.

- Os clubes precisavam. Não é o que vai resolver, mas já é um início – diz o presidente vascaíno, por telefone, ao GLOBOESPORTE.COM.

O Vasco tinha uma posição bem diferente. Eurico Miranda costumava afirmar que o Clube da Colina não deve dinheiro ao Governo e só participaria do projeto se tivesse o direito de receber diretamente a verba.

- Como não é possível, vou passar a dever para participar. Na verdade, quando o Vasco começou a receber um tratamento igual aos outros, decidi entrar – afirma.

O presidente do Vasco compareceu à cerimônia de assinatura da lei que regulamentou a Timemania, no Palácio do Planalto. A parte destinada aos clubes dos recursos arrecadados pela loteria ficará vinculada ao pagamento de dívidas com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), a Secretaria da Receita Federal do Brasil e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.

A Timemania, que foi aprovada pelo Congresso em 2006, vai utilizar os símbolos dos 80 times das Séries A, B e C para as apostas.

\"Quando o Vasco começou a receber um tratamento igual aos outros, decidi entrar\"

Eurico Miranda, presidente do Vasco


Leia também: Eurico ameaça não aderir à Timemania caso não possa contestar dívidas

Fonte: GloboEsporte.com