Ex-dirigente da Inter relembra disputa com o Madrid por craque do Vasco

27/06/2018 às 08h19 - FUTEBOL

 meia Philippe Coutinho, hoje um dos destaques da seleção brasileira e do Barcelona, esteve muito perto de ser jogador do Real Madrid. Há 10 anos, o clube merengue foi superado pela Inter de Milão na briga para levar o então menino do Vasco. Quem conta é Marco Branca, ex-diretor de futebol do clube italiano. 

"Um amigo me falou dele (...) Ele me disse que Coutinho era fantástico. Então, comecei a ir para o Brasil para conversar com o Vasco da Gama. Cou tinha 16 anos e não podíamos comprá-lo. Desta forma, entramos em acordo com o presidente do clube, Roberto Dinamite, para contratar o Coutinho por 3,8 milhões de euros e levá-lo dois anos depois. Consegui vencer o Real Madrid. Era a primeira vez que a Inter gastava tanto por um jovem de 16 anos", disse Branca à "Gazzetta dello Sport". 

Coutinho não conseguiu "estourar" com a camisa da Inter, mas Branca não considera a sua contratação um erro. 

"Não foi (um erro). É um super jogador, tem um estilo de jogo sensacional", acrescentou Branca. 

O meia, que é o destaque da seleção brasileira na Copa do Mundo até o momento com dois gols, só foi vingar no futebol europeu com a camisa do Liverpool. 

Fonte: Extra

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario