Ex-Vasco, Evander participa de projeto para doar cestas básicas no Rio

07/05/2020 às 08h42 - FUTEBOL

Apoiado por jogadores ligados ao Rio de Janeiro, o projeto social "Craques da Paz" está realizando doações de cestas básicas para famílias de jovens de escolinhas de futebol em comunidades carentes da cidade durante a pandemia do coronavírus. Rodrigo Caio, César e o paraguaio Piris da Motta, do Flamengo; Kenedy, ex-Fluminense e atualmente no Getafe (Espanha); e Evander, ex-Vasco e hoje no Midtjylland (Dinamarca), aderiram à causa.

Além dos atletas, outros profissionais ligados ao futebol carioca fazem parte da iniciativa, como por exemplo: Fabinho, ex-volante de Flamengo e Fluminense e atualmente chefe do departamento de scout rubro-negro; Bruno Spindel, diretor de futebol do Flamengo; Joelton Urtiga, preparador físico ex-Vasco; o empresário Evandro Ferreira, agente de Vágner Love, entre outros.

O Muquiço Rios, que trabalha com cerca de 100 adolescentes em Guadalupe, foi o primeiro a receber as doações. Outro beneficiado foi o projeto Novo Amanhecer, com 150 meninos da comunidade do Anil. E na última quarta-feira foi a vez do Meninos da Baixada, que atende 50 jovens em Mesquita e recebeu cerca de 300 kg de alimentos.

Com intuito de minimizar as consequências da pandemia do coronavírus, o "Craques da Paz" já distribuiu mais de quatro toneladas de alimentos. Antes das escolinhas em comunidades, o projeto social auxiliou jogadores e funcionários dos clubes menores do Rio, como o America, Bangu, Olaria e Portuguesa, além de ex-atletas que passam por vulnerabilidade financeira.

Com cinco anos de existência, o projeto social "Craques da Paz" é presidido por Fábio de Jesus, o Fabinho, ex-volante que atualmente comanda o departamento de scout do Flamengo, e coordenado por outro ex-jogador e hoje pastor, Ricardo Pinudo.

Foto: DivulgaçãoProjeto Craques da Paz

Fonte: GloboEsporte.com