Futebol

Ex-Vasco, Guarín revela drama em forte depoimento

O ex-meia Freddy Guarín, que fez carreira na Europa e atuou pelo Vasco entre 2019 e 2020, detalhou à revista "Semana" o drama que viveu diante do alcoolismo. O colombiano, que tem 37 anos, está aposentado e em recuperação depois de uma série de problemas pessoais.

O que ele falou?

Fim de carreira turbulento. "Eu não tinha uma vida normal, mas não sou atormentado por nada e vivo uma vida em paz comigo mesmo. Quando me aposentei do futebol — e mais ainda da forma como me aposentei, que não era algo adequado —, fiquei com aquela sensação de: 'o que eu faço agora?'. Durante 20 anos, quis me dedicar ao futebol porque é o que sei fazer. Não me preparei para outras coisas. Fiquei desamparado e tomei decisões que não foram boas."

O que aconteceu? "A verdade é que me desviei. Minha decisão foi abusar do álcool. Cometi muitos erros, decisões precipitadas e machuquei muita gente. Fui alcoólatra social por vários anos. Quando saí do Millonarios, em 2021, cheguei em um ponto profundo do meu vício. Tinha perdido a minha dignidade, o meu círculo social próximo, a confiança dos entes queridos e a coisa mais importante e valiosa que tenho, que são os meus três filhos. Perdi muitas coisas de valor sentimental, de valor amoroso. Chegou a um ponto em que eu não podia mais continuar assim. Tive que pedir nova ajuda, já que tinha tentado várias vezes, mas com recaídas."

Recuperação. "O álcool sempre foi o pior gatilho para tudo o que eu via. Sou 100% alcoólatra. Admito isso. Mas sou um viciado em recuperação, e o aprendizado é um grande motivador. [...] Fiz isso para recuperar a confiança minha, dos meus filhos e dos meus familiares. Me projetar e aceitar foi o principal. Não consegui fazer isso sozinho e me deixei ajudar. Posso dizer com segurança: esta é a última vez que sofro. Já bati nas portas do inferno e vi não é a melhor coisa."

Relação com filhos. "Eu os perdi, mas eles nunca me perderam: estavam ali orando e tentando. Meus pais estiveram, estão e estarão lá para mim como filho sempre com amor, e isso me deixa muito feliz. Eu e meus filhos estamos nesse processo. Estou no processo de recuperar eles. Eles estão, por enquanto, no espaço deles."

Ex-mulher. Perdi meu casamento com a Andreína [empresária e influenciadora] por causa do álcool. Enquanto eu estava bebendo, tomava decisões erradas. Me dói muito ter perdido essa parceira porque é uma relação construída 'do nada'. Ela é uma uma excelente mãe e eu tenho que aceitar, me perdoar e desejar o melhor para ela. Que ela continue sendo a excelente mãe que é. Lhe deseje o melhor — e que um dia ela também possa me perdoar."

A trajetória de Guarín

Colombiano, iniciou a carreira no Atlético Huila e passou pelo Envigado antes de deixar seu país e assinar com o Boca Juniors.

Com 20 anos, chegou à Europa e foi um dos destaques do Porto, onde conquistou a Liga Europa. Guarín ficou no clube português por mais de três temporadas e, em 2014, defendeu sua seleção na Copa do Mundo.

Assinou com a Inter de Milão e se aventurou na China já em 2016, no auge do futebol do país asiático.

Acertou com o Vasco em 2019, mas atuou apenas 15 vezes pelo time carioca. Ainda defendeu o Millonarios antes de se aposentar.

Fonte: UOL
  • Domingo, 02/06/2024 às 16h00
    Vasco Vasco 1
    Flamengo Flamengo 6
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • Quinta-feira, 13/06/2024 às 21h30
    Vasco Vasco
    Palmeiras Palmeiras
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena Barueri
  • Domingo, 16/06/2024 às 18h30
    Vasco Vasco
    Cruzeiro Cruzeiro
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir