Falta de pagamento aumenta apreensão por atrasados no Vasco

26/01/2020 às 16h20 - CLUBE

A apreensão sobre os pagamentos salariais no Vasco segue aumenta dia a dia. Após promessas não cumpridas pelo presidente Alexandre Campello, mas um mês vai se passando e o clube segue em enormes débitos com seus colaboradores. Tanto funcionários como jogadores não recebem à meses. A informação é que o clube deve cerca de 4 meses aos dois grupos.

A expectativa porém é por novidades nesta segunda-feira. A ultima promessa feita pela diretoria era pela quitação de parte dos atrasados até a última semana, já encerrada. O que não foi feito, segundo o clube, por problemas burocráticos ligados ao banco BMG, de onde viria um empréstimo pedido pelo mesmo para os pagamentos.

Mas apesar de todos os problemas financeiros, o grupo de jogadores parece tentar manter o máximo do foco dentro do campo, e evita comentar sobre os atrasos. Além da questão dos atrasados, o lado financeiro emperra possíveis contratações do clube, que até agora só conseguiu contratar o atacante Germán Cano, que inclusive fez o gol da vitória diante do Boavista, no último sábado, dando a primeira vitória do Vasco na temporada.

A falta de recursos também é outro fator que atrapalha a diretoria na busca por renovações de alguns jogadores, como o volante Fredy Guarin, destaque da equipe no Brasileirão de 2019, o volante afirma que não negociará a renovação enquanto tiver pendências a serem cumpridas pelo clube. Entretanto, o jogador, com propostas de outros clubes, dá a preferência de negociação ao Vasco. 

O clube também enfrenta uma debandada interna, devido á saída de alguns diretores recentemente. Vale lembrar que o Vasco está em ano eleitoral.

Fonte: SuperVasco