Faues Mussa diz ter tido acesso à lista de sócios aptos a votar

14/03/2020 às 10h06 - POLÍTICA

Faues Mussa, presidente da Assembleia Geral, finalmente teve acesso à lista de sócios aptos a votar no Vasco. Após acordo com Alexandre Campello, presidente da diretoria administrativa, uma equipe começou a verificação dos dados de olho nas votações que se aproximam em São Januário.

O trabalho começou na terça-feira. Inicialmente, uma sala da sede vascaína foi disponibilizada. Quatro pessoas analisam nome e a documentação que comprovaria a situação de cada associado. Estima-se que entre 4 mil e 5 mil pessoas tenham direito a voto.

- Ele (o presidente Campello) cumpriu o que prometeu. Estamos na fase inicial dessa verificação e, por ora, não encontramos nenhuma irregularidade. Devemos finalizar isso até o final de março - confirmou Faues Mussa.

A promessa foi feita por Campello em 3 de março. Na última reunião do Conselho Deliberativo para aprovar a reforma do estatuto, Mussa revelou ter chegado a acordo para analisar a lista. Até então, ele tinha tido pedidos negados pelo presidente do clube.

- O Vasco precisa de paz. Temos de superar essa etapa sem grandes problemas - completou o presidente da Assembleia Geral.

Inicialmente, a Assembleia Geral será convocada, segundo estimativa de Mussa, entre o final de abril e começo de maio. Os sócios terão de validar a reforma do estatuto e a aprovação da eleição direta.

Os associados também serão chamados, em novembro, para a eleição do novo presidente do Vasco. Por isso, a lista gerou polêmica. O Conselho Deliberativo abriu sindicância para apurar associação em massa ocorrida em agosto de 2019. E, posteriormente, a Comissão de Justiça decidiu pela suspensão do presidente.

Fonte: GloboEsporte.com