Fazenda adota ferramenta criada pela "Vasco Dívida Zero"

03/04/2018 às 08h05 - CLUBE

Quando o Vasco entrou em campo na final do Campeonato Carioca, no último domingo, com o Botafogo, chamou a atenção o logotipo "Vasco Dívida Zero" estampado na camisa. Trata-se de uma campanha criada por torcedores para o pagamento de débitos do clube com a Fazenda Nacional, inscritos em dívida ativa da União, sem que o dinheiro passe por terceiros.

Funciona da seguinte forma: o site da campanha detalha a dívida ativa e gera DARF's (Documento de Arrecadação de Receitas Federais). Qualquer pessoa pode obtê-los e realizar sua contribuição. A cota mínima é de R$ 10. O pagamento pode ser feito pela internet, nas agências bancárias e em agências dos Correios (Banco Postal) e algumas casas lotéricas. Desde que foi criada, em 2013, a campanha já conseguiu pagar mais de R$ 1 milhão em dívidas do clube com a Fazenda.

Em 2016, após o Cruzmaltino aderir formalmente ao Profut e consolidar todas as dívidas, a "Vasco Dívida Zero" foi paralisada. Porém, em janeiro deste ano, verificou-se novos débitos na Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, o que motivou a retomada da campanha, agora com apoio total e irrestrito do Vasco, algo que não havia sido feito na gestão Eurico Miranda mesmo diante dos apelos.

Uma reunião na semana passada entre os idealizadores e o presidente Alexandre Campello selou a parceria e permitiu que a campanha fosse estampada no uniforme. O pioneirismo do projeto inspirou outras torcidas que aderiram de forma parecida em seus respectivos clubes.

Fazenda adota ferramenta criada pela "Vasco Dívida Zero"

O profissionalismo da campanha fez com que a própria Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional adotasse em seu site uma ferramenta criada e desenvolvida pelos idealizadores do Vasco Dívida Zero. Ela permite um pagamento mais ágil e transparente.

Projeto surgiu por curiosidade de estudante no Maranhão

O "Vasco Dívida Zero" surgiu por causa de uma dúvida do estudante vascaíno Giordano Mochel em uma faculdade de Direito em São Luís (MA). Ele questionou seu professor de Direito Tributário sobre a possibilidade de terceiros fazerem pagamentos fracionados de dívidas da PGFN através de DARF's. Com a resposta positiva, iniciaram-se os testes com os demais vascaínos envolvidos até que o projeto se desenvolveu.

A campanha foi retomada na semana passada e já arrecadou mais de R$ 22 mil. No site da "VDZ" fica exposta a dívida atual a ser paga, o quanto que já foi confirmado e o valor que ainda aguarda confirmação.

Para saber mais detalhes do projeto, o endereço é o www.vascodividazero.com.br.

Fonte: UOL Esporte

Enquete

Qual a culpa dos problemas políticos do Vasco na campanha do clube no Brasileiro?

Deixe seu comentario