Fernando Miguel é o jogador vascaíno com melhor aproveitamento: 73%

12/07/2019 às 21h46 - FUTEBOL

A superstição faz parte da história do futebol. Muitos torcedores, atletas e treinadores apostam em curiosidades peculiares para "ajudar" na vitória do seu time. Para contribuir com torcedores supersticiosos de plantão, o GloboEsporte.com apresenta uma lista dos jogadores com melhor aproveitamento em campo no elenco. Ou seja, aquele amuleto que representa um desempenho acima da média do time na temporada. 

Líder do Brasileirão, o Palmeiras tem 78% de aproveitamento em 2019. Nos 34 jogos oficiais que disputou, o Alviverde venceu 24, empatou oito e perdeu apenas duas partidas. E no elenco recheado de grandes jogadores um se destaca: Zé Rafael. 

O meia é o único da Série A com rendimento superior a 90% na temporada, respeitando o número mínimo de jogos. Ele ainda não perdeu neste ano e soma 92% de aproveitamento. Zé Rafael segue os mesmos passos de Casemiro, que com a camisa do Brasil, nunca perdeu com Tite no comando. 

Xodó da torcida corintiana, Pedrinho é o amuleto do Corinthians em 2019. Se o time tem 53% de aproveitamento no ano, o jovem é o único da equipe com 59%. O meia acumula 14 vitórias, 9 empates e 6 derrotas nesta temporada. 

Outro destaque é Rodrigo Caio, que também caiu nas graças da torcida e virou titular absoluto do Flamengo. O zagueiro é o amuleto rubro-negro, com 77% de aproveitamento em campo. 

Na retomada pelos bons resultados, o Vasco tem em Fernando Miguel um alento. Se o time tem 59% de aproveitamento neste ano, o goleiro soma 17 vitórias e apenas quatro derrotas com o Cruz-Maltino, um rendimento superior a 70%. 

Quer saber quem é o amuleto do seu time? Confira a lista abaixo com um Top-3 dos jogadores com os melhores aproveitamentos em campo nesta temporada. Foram considerados os atletas com pelo menos 40% dos jogos disputados por cada time neste ano. Além disso, o GloboEsporte.com colocou o aproveitamento do time para melhor comparação com os respectivos amuletos. Confira: 

Athletico-PR 

Neste ano, o Furacão tem 35 jogos oficiais disputados, com 51% de aproveitamento. 

1) Leo: 8 vitórias, 3 empates e 3 derrotas (14 jogos) - 64% 
2) Lucas Halter: 10 vitórias, 2 empates, 5 derrotas (17 jogos) - 63% 
3) Marco Ruben: 8 vitórias, 2 empates e 6 derrotas (16 jogos) - 54% 

Atlético-MG 

Neste ano, o Galo tem 40 jogos oficiais disputados, com 61% de aproveitamento. 

1) José Welison: 17 vitórias, 5 empates e 4 derrotas (26 jogos) - 72% 
2) Guga: 15 vitórias, 3 empates e 6 derrotas (24 jogos) - 67% 
3) Leonardo Silva: 10 vitórias, 1 empate e 5 derrotas (16 jogos) - 65% 
3) Maicon: 11 vitórias, 4 empates e 4 derrotas (19 jogos) - 65% 
3) Réver: 14 vitórias, 5 empates, 5 derrotas (24 jogos) - 65% 
3) Vinícius: 12 vitórias, 1 empate e 6 derrotas (19 jogos) - 65% 

Avaí 

Neste ano, o Leão tem 33 jogos oficiais disputados, com 52% de aproveitamento. 

1) Iury: 10 vitórias, 4 empates e 4 derrotas (18 jogos) - 63% 
1) Kunde: 9 vitórias, 3 empates e 4 derrotas (16 jogos) - 63% 
3) Brizuela: 7 vitórias, 4 empates e 4 derrotas (15 jogos) - 56% 

Bahia 

Neste ano, o Tricolor tem 41 jogos oficiais disputados, com 57% de aproveitamento. 

1) Elton: 13 vitórias, 6 empates e 3 derrotas (22 jogos) - 68% 
2) Ernando: 16 vitórias, 5 empates, 6 derrotas (27 jogos) - 65% 
3) Flávio: 14 vitórias, 5 empates e 6 derrotas (25 jogos) - 63% 

Botafogo 

Neste ano, o Glorioso tem 28 jogos oficiais disputados, com 56% de aproveitamento. 

1) Joel Carli: 10 vitórias e 3 derrotas (13 jogos) - 77% 
2) Gustavo Bochecha: 9 vitórias, 4 empates e 2 derrotas (15 jogos) - 69% 
3) Rodrigo Pimpão: 12 vitórias, 4 empates e 5 derrotas (21 jogos) - 63% 

Ceará 

Neste ano, o Vovô tem 33 jogos oficiais disputados, com 53% de aproveitamento. 

1) João Paulo: 7 vitórias, 4 empates e 2 derrotas (13 jogos) - 64% 
2) Richard: 8 vitórias, 5 empates e 3 derrotas (16 jogos) - 60% 

Chapecoense 

Neste ano, o Verdão do Oeste tem 37 jogos oficiais disputados, com 53% de aproveitamento. 

1) Eduardo: 11 vitórias, 8 empates e 4 derrotas (23 jogos) - 59% 
2) Diego Torres: 8 vitórias, 5 empates e 4 derrotas (17 jogos) - 57% 
3) Lourency: 9 vitórias, 8 empates e 4 derrotas (21 jogos) - 56% 

Corinthians 

Neste ano, o Timão tem 38 jogos oficiais disputados, com 53% de aproveitamento. 

1) Pedrinho: 14 vitórias, 9 empates e 6 derrotas (29 jogos) - 59% 
2) Cássio: 16 vitórias, 11 empates e 8 derrotas (35 jogos) - 56% 
2) Fagner: 13 vitórias, 8 empates e 7 derrotas (28 jogos) - 56% 
2) Júnior Urso: 10 vitórias, 7 empates e 5 derrotas (22 jogos) - 56% 
2) Manoel: 12 vitórias, 8 empates e 6 derrotas (26 jogos) - 56% 

Cruzeiro 

Neste ano, a Raposa tem 34 jogos oficiais disputados, com 65% de aproveitamento. 

1) Rafinha: 12 vitórias, 2 empates e 2 derrotas (16 jogos) - 79% 
2) Jadson: 13 vitórias, 3 empates e 3 derrotas (19 jogos) - 74% 
3) Ariel Cabral: 10 vitórias, 4 empates e 2 derrotas (16 jogos) - 71% 

CSA 

Neste ano, o Azulão tem 30 jogos oficiais disputados, com 48% de aproveitamento. 

1) João Carlos: 10 vitórias, 6 empates e 4 derrotas (20 jogos) - 60% 
2) Victor Paraíba: 9 vitórias, 5 empates e 5 derrotas (19 jogos) - 56% 
3) Rafinha: 5 vitórias, 5 empates e 2 derrotas (12 jogos) - 56% 

Flamengo 

Neste ano, o Rubro-Negro tem 35 jogos oficiais disputados, com 69% de aproveitamento. 

1) Rodrigo Caio: 21 vitórias, 4 empates e 4 derrotas (29 jogos) - 77% 
2) Diego Alves: 18 vitórias, 3 empates e 4 derrotas (25 jogos) - 76% 
3) Pará: 18 vitórias, 3 empates e 5 derrotas (26 jogos) - 73% 
3) Willian Arão: 19 vitórias, 4 empates e 5 derrotas (28 jogos) - 73% 

Fluminense 

Neste ano, o Tricolor tem 36 jogos oficiais disputados, com 51% de aproveitamento. 

1) Airton: 11 vitórias, 3 empates e 7 derrotas (21 jogos) - 57% 
1) Bruno Silva: 10 vitórias, 4 empates e 6 derrotas (20 jogos) - 57% 
3) Daniel: 13 vitórias, 9 empates e 7 derrotas (29 jogos) - 55% 
3) Luciano: 14 vitórias, 9 empates e 8 derrotas (31 jogos) - 55% 
3) Yony González: 15 vitórias, 6 empates e 10 derrotas (31 jogos) - 55% 

Fortaleza 

Neste ano, o Leão tem 34 jogos oficiais disputados, com 58% de aproveitamento. 

1) Wellington Paulista: 12 vitórias, 3 empates e 3 derrotas (18 jogos) - 72% 
2) Araruna: 9 vitórias, 3 empates e 2 derrotas (14 jogos) - 71% 
3) Osvaldo: 13 vitórias, 3 empates e 5 derrotas (21 jogos) - 67% 

Goiás 

Neste ano, o Esmeraldino tem 28 jogos oficiais disputados, com 70% de aproveitamento. 

1) Gilberto: 11 vitórias e 2 derrotas (13 jogos) - 85% 
2) Renatinho: 12 vitórias, 1 empate e 4 derrotas (17 jogos) - 73% 
3) Léo Sena: 16 vitórias, 2 empates e 5 derrotas (23 jogos) - 72% 
3) Sidão: 13 vitórias, 2 empates e 4 derrotas (19 jogos) - 72% 

Grêmio 

Neste ano, o Imortal tem 35 jogos oficiais disputados, com 62% de aproveitamento. 

1) Thaciano: 10 vitórias, 4 empates e 2 derrotas (16 jogos) - 71% 
2) Romulo: 8 vitórias, 6 empates e 1 derrota (15 jogos) - 67% 
3) Juninho Capixaba: 10 vitórias, 7 empates e 2 derrotas (19 jogos) - 65% 
3) Pepê: 10 vitórias, 7 empates e 2 derrotas (19 jogos) - 65% 

Internacional 

Neste ano, o Colorado tem 35 jogos oficiais disputados, com 66% de aproveitamento. 

1) Zeca: 17 vitórias, 4 empates e 3 derrotas (24 jogos) - 76% 
2) D'Alessandro: 15 vitórias, 4 empates e 3 derrotas (22 jogos) - 74% 
3) Sarrafiore: 14 vitórias, 1 empate e 5 derrotas (20 jogos) - 72% 

Palmeiras 

Neste ano, o Verdão tem 34 jogos oficiais disputados, com 78% de aproveitamento. 

1) Zé Rafael: 15 vitórias, 2 empates (17 jogos) - 92% 
2) Marcos Rocha: 15 vitórias, 3 empates e 1 derrota (19 jogos) - 84% 
3) Moisés: 16 vitórias, 4 empates e 1 derrota (21 jogos) - 83% 
3) Weverton: 18 vitórias, 3 empates e 2 derrotas (23 jogos) - 83% 

Santos 

Neste ano, o Peixe tem 35 jogos oficiais disputados, com 62% de aproveitamento. 

1) Alison: 15 vitórias, 4 empates e 5 derrotas (24 jogos) - 68% 
1) Carlos Sánchez: 19 vitórias, 6 empates e 6 derrotas (31 jogos) - 68% 
3) Eduardo Sasha: 12 vitórias, 4 empates e 4 derrotas (20 jogos) - 67% 

São Paulo 

Neste ano, o Tricolor tem 31 jogos oficiais disputados, com 42% de aproveitamento. 

1) Anderson Martins: 6 vitórias, 8 empates e 2 derrotas (16 jogos) - 54% 
2) Everton Felipe: 4 vitórias, 6 empates e 2 derrotas (12 jogos) - 50% 
3) Helinho: 5 vitórias, 6 empates e 4 derrotas (15 jogos) - 47% 

Vasco 

Neste ano, o Cruz-Maltino tem 33 jogos oficiais disputados, com 59% de aproveitamento. 

1) Fernando Miguel: 17 vitórias, 4 empates e 4 derrotas (25 jogos) - 73% 
2) Leandro Castan: 11 vitórias, 4 empates e 3 derrotas (18 jogos) - 69% 
3) Raúl Cáceres: 14 vitórias, 4 empates e 5 derrotas (23 jogos) - 67% 

Fonte: GloboEsporte.com