FIFA enaltece amor e carinho de Adriana Lisboa pelo Vasco

06/03/2019 às 19h35 - TORCIDA

"Tirar uma selfie com a Adriana Lisboa é para os Vascaínos como tirar uma selfie com o Justin Bieber é para adolescentes norte-americanos", disse um fã do Vasco da Gama. E a amada de 32 anos não está segura fora das fronteiras brasileiras - como descobriu ao pousar nos EUA no sábado.

“Não perdi um jogo do Vasco - em casa ou fora daqui - em mais de um ano”, explicou Adriana, que durante essa maratona de 80 partidas esteve em todo o país mais vasto do hemisfério sul, bem como na Argentina e na Argentina. Chile, ao FIFA.com. “No mês passado eu tive que pegar quatro vôos para ver um jogo da Copa do Brasil em Juazeiro na noite de quarta-feira. Saí de casa às 10h, e cheguei ao estádio pouco antes do pontapé inicial às 21h30 e cheguei em casa às 10h do dia seguinte, nas mesmas roupas e sem ter dormido.

"Eu realmente não queria perder um jogo, mas sabia que, infelizmente, eu teria que visitar a Flórida e a Universal Studios, que eu sonhei desde que era uma garotinha. Meu parceiro Janilton e o filho Gabriel são ambos grandes fãs do Vasco, então agendamos para não perdermos os derbies contra o Botafogo e o Flamengo.

"Depois que pousamos às 11h, íamos ao hotel, largávamos nossas malas e íamos direto para a Universal. Mas o 52 FJV - um clube de torcedores do Vasco na Flórida - ouviu que eu estava no estado e organizou uma grande festa para dá-me as boas-vindas e vê o Vasco tocar o Boavista, então, perdemos centenas de dólares em bilhetes que tínhamos comprado e, sem tempo para ir ao hotel, passamos imediatamente três horas na estrada para Deerfield Beach!

“Eles se deram muito trabalho. Foi fantástico. A tristeza que sentia ao perder um jogo do Vasco foi substituída por alegria, porque eu estava rodeado de gente a quem, como eu, o Vasco é a vida.

"Estamos nos parques temáticos desde então, mas aquele dia com os Vascaínos foi sem dúvida o mais incrível da Flórida."

A transformação de Adriana na garota-propaganda do Vasco aconteceu da noite para o dia.

“Em 2015, ninguém tinha a menor ideia de quem eu era”, explicou ela. "Eu não tinha Instagram. Eu tinha 100 seguidores no Facebook. Mas então eu coloquei um vídeo nas mídias sociais sobre o Vasco e ele teve um efeito de bola de neve.

“As pessoas gostam do jeito que eu apoio o Vasco. Eu falo, eu canto, eu choro, canto. Eu recebo muito carinho dos Vascaínos onde quer que eu vá. Há sempre inumeráveis ​​pessoas querendo tirar uma foto comigo. Agora chegou a um ponto em que, mesmo que eu tenha algo, não posso dizer que não vou jogar fora, porque as pessoas sonham em me conhecer, tirando uma selfie comigo.

“Eu me sinto tão feliz. Eu também tenho a sorte de ter um homem tão compreensivo que me deixa viajar para seguir meu amado Vasco. ”

Adriana conheceu Janilton até ... bem, o que mais?

“Costumávamos ir a jogos juntos há cerca de 15 anos, mas perdemos contato”, disse Adriana. "Há cerca de seis anos nos vimos em um jogo e estamos juntos desde então."

A casa que eles dividem no Rio de Janeiro é um santuário para os primeiros vice-campeões da Copa do Mundo da FIFA. Seu filho, Gabriel, de oito anos, era um mascote que saía para um jogo de mãos dadas com o ex-atacante do Barcelona Maxi Lopez.

Adriana tem tatuagens no Vasco. Ela é amiga de vários jogadores antigos e atuais do Vasco. E ela lançou recentemente um canal no Youtube sobre 'The Comeback Team'.

“Vasco da Gama é um modo de vida para mim e sempre foi”, disse ela. “É uma tradição da minha família ser um Vascaíno. Minha mãe, quando tinha 15 anos, passava horas e horas em um ônibus só para chegar aos jogos. Como eu era muito pequeno, meus tios, tias e primos me levaram para os jogos do Vasco.

“Meu maior ídolo foi o Edmundo. Adorei Felipe, Juninho Pernambucano, Pedrinho também. Minha melhor lembrança é de 1997, quando o Vasco se tornou campeão brasileiro. Eu estava na final. 90.000 dentro do Maracanã. Inacreditável! Um dos melhores dias da minha vida.

“Carlos Germano continuou repelindo ataque após ataque do Palmeiras. Quando o apito final foi, eu desmaiei devido à emoção! ”

Adriana tem ingressos para voltar ao mesmo estádio no sábado. E apesar de ter desistido de participar do Hollywood Rip Ride Rockit e do The Incredible Hulk no último final de semana, sacrificar uma carona na montanha-russa do Clássico contra o Flamengo é algo que esse superfan não faria por todo o dinheiro do mundo.

Fonte: Vasco Notícias