Flamengo trata como 'pirraça' a tentativa de transferência para o Engenhão

08/04/2019 às 19h10 - CLUBE

O Vasco manifestou ao Botafogo e à Ferj o desejo de mandar o primeiro jogo da final do Carioca no Nilton Santos. 

A medida é uma clara retaliação vascaína ao fato de o Flamengo, adversário da decisão, ter recebido do governo do Rio a permissão de uso do Maracanã para gerir o estádio, ao lado do Fluminense, pelos próximos 180 dias. Quando o segundo jogo acontecer, no dia 21, já será sob a tutela dos clubes e não da concessionária. 

Diante da posição vascaína, a Ferj irá se posicionar oficialmente nesta terça-feira, marcando o local da partida. Mesmo com a mudança, a divisão de torcidas seguiria meio a meio. 

Internamente, o Flamengo, já comunicado do movimento do rival, trata a medida do Vasco como "pirraça". 

Ao Botafogo, ainda resta apresentar as condições financeiras e de operação ao Vasco, mas uma reunião aconteceu na tarde desta segunda-feira para discutir a forma da venda de ingressos. 

O uso do Nilton Santos é respaldado pelo regulamento. E o mesmo vale para o direito de escolha do Vasco, embora não seja segredo que a Ferj prefere o Maracanã pela questão do público. 

O Botafogo já tinha disponibilizado o estádio para o caso de um confronto entre Fluminense e Vasco, já que até hoje não há acordo em relação ao uso do setor Sul do Maracanã e há uma resolução da Ferj em vigor vetando esse clássico no Maracanã enquanto durar o impasse. 

Uma eventual final no Nilton Santos não prejudicaria o árbitro de vídeo, por exemplo, já que a certificação do estádio seria simples, já que o equipamento está em uso durante a competição em partidas no Maracanã. 

Foto: Reprodução/InternetEngenhão
Engenhão

Fonte: Globo Online