Outros Esportes

Futmesa: Vasco mostra sua força na abertura do Estadual de Equipes

Oito duelos, com muito dadinho no filó, aulas de futebol de mesa e fortes emoções. Assim foi a primeira rodada do Campeonato Estadual de Equipes, que teve início domingo (25/2) e agitou o Rio de Janeiro, palco dos grandes craques do esporte, todos afiados com a palheta nas mãos. A julgar pelos resultados… No Grupo A, tivemos Vasco 21 x 1 Humaitá, America 22 x 5 Grajaú Tênis Clube, Light 6 x 19 Botafogo e River 18 x 5 São Cristóvão. No Grupo B, Lafume 4 x 25 Fluminense, Flamengo 20 x 5 Olaria, Liga Fonte 16 x 10 Duque de Caxias e Nova Friburgo 8 x 18 Piedade. Vamos, então, “dissecar” cada um dos confrontos, que começaram a escrever a história da competição em 2024.

Vasco da Gama 21 x 1 Humaitá
Forte candidato ao título, o Vasco da Gama, líder do Grupo A, pelo saldo de vitórias, mostrou força logo na abertura do Estadual. Diante de uma equipe estreante na competição, o Cruz-maltino, em São Januário, partiu para cima do Humaitá e abriu 12 a 0 nas quatro primeiras rodadas, com atuações seguras de Cleciano, Edu, João e Balada. O Humaitá arrancou um empate em 1 a 1 na quinta rodada (com uma vitória de Reynaldo sobre Balada, por 1 a 0), mas os donos da casa seguiram com a pegada forte, ganharam mais oito duelos sem perder nenhum jogo e fecharam o placar em 21 a 1. Detalhe: sem que suas feras Tarouca, Adriano e Oliveira pegassem na palheta.

O Vasco foi às mesas com Cleciano (8 pontos em 8 jogos), Edu (6 pontos em 8 jogos), João (4 pontos em 8 jogos) e Balada (3 pontos em oito jogos). Pelo Humaitá, jogaram Reynaldo (1 ponto em 6 jogos), Franklin (6 jogos), Alves 77 (4 jogos), Erique (4 jogos), Calixto (6 jogos), Kael (4 jogos) e João Felix (2 jogos).

America 22 x 5 Grajaú Tênis Clube
Outro gigante na luta pelo título, o atual campeão America recebeu o Grajaú Tênis Clube e fez muito bem o dever de casa. Em um confronto que começou equilibrado, o Rubro fez 2 a 0 na primeira rodada, mas cedeu um empate (2 a 2) na segunda. Foi o suficiente para buscar 11 triunfos seguidos nas rodadas seguintes, abrir 15 a 2 e mostrar sua força. O Grajaú Tênis Clube ainda arrancou outro empate (1 a 1) na penúltima rodada, mas o América fez 3 a 1, na última, e fechou o confronto em 22 a 5, com grande atuação de Victor Praça, com 100% de aproveitamento, levando o “Mequinha” à vice-liderança do grupo.

O America atuou com Victor Praça (6 pontos em 6 jogos), João Cesar (4 pontos em 5 jogos), Rodrigo Macieira (4 pontos em 5 jogos), José Augusto (2 pontos em 5 jogos), Gyraffa (5 pontos em 6 jogos), Gabriel Cataldo (2 jogos), Diego Praça (1 ponto em 2 jogos) e Gulherme Belo (1 jogo). Pelo Grajaú Tênis Clube jogaram Porphirio (1 ponto em 7 jogos), Minduba (1 ponto em 6 jogos), Deco (2 pontos em 8 jogos), Leal (7 jogos), Luis Carlos (2 jogos) e Leo Dias (1 ponto em 2 jogos).

Light 6 x 19 Botafogo
Outra equipe estreante no Estadual, a Light recebeu o experiente Botafogo, em sua sede, e surpreendeu o Alvinegro. Logo na primeira rodada, venceu por 2 a 1. Na segunda, arrancou um empate em 2 a 2, chegando a liderar o confronto por 4 a 3. Sinal de alerta ligado, o time da Estrela Solitária sacudiu a poeira e deu a volta por cima em seguida. Fez 2 a 1 na terceira rodada para empatar o confronto (5 a 5). A partir daí, passou a comandar o placar com certa tranquilidade até fechá-lo em 19 a 6 para assumir o terceiro lugar na classificação geral e entrar na briga por uma vaga na Série Ouro/Prata.

A Light fez história em seu “debut” no Estadual com Lauro (3 pontos em 7 jogos), George (4 jogos), Luquinhas (1 ponto em 7 jogos), Enio (1 ponto em 4 jogos), Arthur (2 jogos), Saboia (1 ponto em 3 jogos), Raposão (3 jogos), Eduardo (1 jogo) e Cocada (1 jogo). O Botafogo atuou com Libório (3 pontos em 8 jogos), Almirante (5 pontos em 8 jogos), Florez (1 ponto em 3 jogos), Renato (5 pontos em 7 jogos), João Carlos (5 pontos em 5 jogos) e Marcus (1 jogo).

River 18 x 5 São Cristóvão
Atuando em seu famoso reduto, na Piedade, o River assegurou o quarto lugar provisoriamente na classificação do Grupo A ao bater um estreante aguerrido e com sangue nos olhos, embora desfalcado de Allanzito, um de seus maiores nomes. Nada, porém, que abalasse os Cadetes, que deram trabalho nas primeiras rodadas. Fato é que os donos da casa, com um conjunto mais forte, passaram a comandar o placar na segunda metade do duelo, quando obtiveram placares mais folgados. Há de se registrar a receptividade riverista nas figuras de Bruno Romar e Marcinho.

O River foi representado por John (3 pontos em 4 jogos), Lopes (3 pontos em 5 jogos), Jonas (2 pontos em 3 jogos), Matheus (2 pontos em 3 jogos), Ademir (2 pontos em 4 jogos), JP (2 pontos em 4 jogos), Vitinho (2 pontos em 5 jogos), Israel (1 ponto em 1 jogo) e Crespo (1 ponto em 3 jogos). O São Cristóvão atuou com Claudio Jr (4 pontos em 8 jogos), Belfort (1 ponto em 4 jogos), Julio Cesar (4 jogos), Bruno Santos (3 jogos), Casandré (4 jogos), Mendez (4 jogos), Alysson (4 jogos) e Papito (1 jogo).

Lafume 4 x 25 Fluminense
Líder do Grupo A, graças ao saldo de vitórias, o Fluminense, atual campeão brasileiro de equipes, foi um visitante indigesto para a Lafume, que voltou ao circuito com boas perspectivas de sucesso. O placar, de certo modo, foi surpreendente pela grande diferença de triunfos dos tricolores. Comandado por Paulinho Quartarone, com 100% de aproveitamento, e Bandini, que fez 30 gols em sete partidas (4,29 de média), o Fluminense, impiedoso, abriu incríveis 24 a 1 nas sete rodadas iniciais (a única vitória Esmeraldina foi a de PC sobre Bandini, por 1 a 0). Na rodada final, os donos da casa ainda amenizaram o susto e venceram por 3 a 1, mas não evitaram a derrota: 25 a 4.

A Lafume atuou com PC (2 pontos em 8 jogos), Fabrício (1 ponto em 7 jogos), Marcelinho (1 ponto em 6 jogos), Harley (8 jogos) e Bravo (3 jogos). O Fluminense buscou a goleada com Paulinho Quartarone (6 pontos em 6 jogos), Bandini (6 pontos em 7 jogos), Gil (5 pontos em 6 jogos), Juninho (4 pontos em 6 jogos), Aires (4 pontos em 6 jogos) e Eduardo (1 jogo).

Flamengo 20 x 5 Olaria
Outro peso-pesado do futebol de mesa carioca, o vice-líder Flamengo, recebeu o perigoso Olaria, na Gávea, e fez valer sua experiência e tradição nas mesas. O time Bariri até deu trabalho na terceira rodada (vitória por 2 a 1), bem como em todo o turno, só que, no returno, os Rubro-Negros, com Ronald Neri inspiradíssimo — 100% de aproveitamento e 32 gols em sete jogos (média de 4,57) —, abriram larga vantagem. Tanto que, nas rodadas finais, com duas vitórias por 3 a 0 e uma por 4 a 0, fecharam a partida em 20 a 5, mostrando que, mais uma vez, vão brigar pelo caneco.

O Flamengo atuou com Ronald Neri (7 pontos em 7 jogos), Ricardo Mendonça (3 pontos em 6 jogos), Marcus Flávio (2 pontos em 4 jogos), Belga (4 pontos em 7 jogos), Dudu (1 ponto em 1 jogo), Sarti (2 jogos), Magal (3 pontos em 4 jogos) e Tavares (1 jogo). O Olaria teve Nine (2 pontos em 8 jogos), Shaolin (3 pontos em 8 jogos), Souza (8 jogos), Edmilson (6 jogos), Cleber (1 jogo) e Romulo (1 jogo).

Liga Fonte 16 x 10 Duque de Caxias
No confronto mais equilibrado da primeira rodada do Estadual, a Liga Fonte, no Engenho Novo, teve de suar as mãos para superar o Duque de Caxias, com botonistas experientes no circuito. Os donos da casa abriram 3 a 0 na rodada inicial, venceram por 3 a 1 na segunda, sendo que o Duque de Caxias devolveu o 3 a 1 na terceira, com a soma parcial em 7 a 4 para a Liga Fonte. As demais rodadas mantiveram a equidade nos placares, embora com os donos da casa sempre à frente, graças à pontaria de Malvar (24 gols). No fim, prevaleceu o entrosamento da Liga Fonte diante do talento individual do Duque de Caxias. Vitória merecida por 16 a 10 e a certeza de que a agremiação veio para conquistar espaço na luta pelo título.

A Liga Fonte jogou com Veras (3 pontos em 7 jogos), Malvar (5 pontos em 8 jogos), Mello (3 pontos em 7 jogos), Proença (4 pontos em 7 jogos), Daltro (1 ponto em 1 jogo), Tanoco (1 jogo) e Jorge Henrique (1 jogo). O Duque de Caxias jogou com Latino (4 pontos em 8 jogos), Wanderson (4 pontos em 8 jogos), Maia (2 pontos em 8 jogos), Washington (5 jogos), João Marcelo (1 jogo) e Batata (2 jogos).

Nova Friburgo 8 x 18 Piedade
No único duelo fora da cidade do Rio de Janeiro, o Piedade subiu a Serra, rumo à aprazível Nova Friburgo, e não teve cerimônias em sua visita aos donos da casa. Em outro confronto marcado pelo equilíbrio, mas com Kaká 100% (sete vitórias em sete jogos), o Piedade levou a melhor nas três primeiras rodadas: 8 a 2. O Nova Friburgo ainda ensaiou uma reação. Venceu a quarta rodada, por 2 a 1 — destaque para Tiago, do Tricolor da Serra, com 26 gols marcados em oito jogos — e buscou empates na quinta e sétima rodadas, só que o Piedade soube administrar a vantagem na soma parcial para fechar o duelo em 18 a 8.

O Nova Friburgo formou com Anderson (1 ponto em 5 jogos), Fabrício (4 jogos), Kojala (2 pontos em 8 jogos), Tiago (4 pontos em 8 jogos)e Wesley (1 ponto em 6 jogos). O Piedade atuou com Kaka (7 pontos em 7 jogos), Matoso (2 pontos em 3 jogos), Ramponi (2 pontos em 5 jogos), Valcy (3 pontos em 6 jogos), Osmar (2 pontos em 4 jogos), Jhonny (1 ponto em 4 jogos) e Fialho (1 ponto em 3 jogos).

A segunda rodada do Estadual, marcada para o dia 24 de março, terá os seguintes jogos: Humaitá x America, Grajaú x São Cristõvão, Vasco x Light, River x Botafogo, Lafume x Flamengo, Nova Friburgo x Olaria, Fluminense x Duque de Caxias e Piedade x Liga Fonte.

Fonte: Fefumerj
  • Quarta-feira, 17/04/2024 às 19h00
    Vasco Vasco
    Red Bull Bragantino Red Bull Bragantino
    Campeonato Brasileiro - Série A Estádio Nabi Abi Chedid
  • Sábado, 20/04/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Fluminense Fluminense
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • Sábado, 27/04/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Criciúma Criciúma
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • Domingo, 05/05/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Athletico Paranaense Athletico Paranaense
    Campeonato Brasileiro - Série A Ligga Arena
  • Domingo, 12/05/2024 às 11h00
    Vasco Vasco
    Vitória Vitória
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • Sábado, 18/05/2024 às 21h00
    Vasco Vasco
    Flamengo Flamengo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir

Cruz de Malta Blogs