Galvão Bueno fica indignado com demissão de Ramon

08/10/2020 às 13h51 - FUTEBOL

Narrador e apresentador do Grupo Globo, Galvão Bueno ficou indignado com a demissão de Ramon Menezes, agora ex-treinador do Vasco. O jornalista avaliou que não vê motivo, dentro de campo, que justifique a atitude da diretoria cruzmaltina e sugeriu, ironicamente, que o presidente do clube assuma o lugar do técnico, para 'tomar um pouco de pancada'

"Quem viria para assumir o time do Vasco. Lá tem presidente, vice? Gerente de futebol? Demitir o Ramon em uma circunstância dessa, com bom aproveitamento. O Vasco perdeu dois jogos. Perdeu para o Atlético-MG, líder do campeonato e perdeu para o Bahia, que está se arrumando. Por que o presidente não vai dar treino e senta no banco para tomar um pouco de pancada", disse Galvão em participação no Seleção SporTV.

Foto: Reprodução/Sportv/R7Galvão Bueno
Galvão Bueno

Também presente na atração, o apresentador André Rizek disse que uma demissão por motivos técnicos seria surreal.

"A demissão por aspectos técnicos parece surreal. Se foi uma demissão por aspectos técnicos depois de 16 rodadas é um absurdo", opinou.

Outro que concordou com Galvão foi Petkovic. O ex-jogador sérvio pontuou que não parecia haver nenhum tipo de pressão para a demissão do treinador.

"Normalmente, antes de cair um técnico, tem a pressão dentro do clube, a imprensa comenta. A gente, em nenhum momento, falou sobre o Vasco. De repente, interrompem um trabalho, que estava em um bom caminho. Fazia um bom trabalho com o elenco limitado do Vasco", complementou.

Fonte: UOL Esporte