Geovani revela coração dividido entre Vasco e Serra

19/02/2019 às 11h39 - FUTEBOL

O Vasco tem uma longa história com o Espiríto Santos. Além do estado ter muitos torcedores vascaínos, vários capixabas já vestiram a Cruz de Malta e escreveram seu nome como vencedores no clube. Um deles é o ex-meia Geovani, que brilhou em São Januário nas décadas de 80 e 90. Nesta quarta-feira (20/2), o Gigante da Colina estará na terra do Pequeno Príncipe para encarar o Serra, no Estádio Kleber Andrade, às 21h30. O ídolo vascaíno hoje é vice-presidente da Federação Capixaba e também já vestiu a camisa adversária, que deixa seu coração dividido.

- Receber o Vasco contra o Serra parte o coração da gente. Pois nós queríamos que os dois se classificassem para a próxima fase. O torcedor vascaíno sabe do carinho que tenho pelo clube, é o meu primeiro amor no futebol. Foi quem me deu visibilidade no Brasil todo. Não vou torcer contra o Vasco nunca, mas numa situação dessa, onde o empate não ajuda ninguém, a gente não pode ficar em cima do muro, sabemos das dificuldades do futebol capixaba e do Serra. Espero que seja um futebol bem jogado. Se pudessem classificar os dois, seria o ideal. O futebol capixada depende desse jogo e é muito importante para o Serra - disse o Pequeno Príncipe.

Geovani também ressaltou que o Espiríto Santo tem muitos torcedores vascaínos e que o Estádio Kleber Andrade estará lotado nesta quarta-feira. Para o antigo meia do Vasco, os jogadores serão recebidos com muita festa pelos capixabas e isso fará com que eles se sintam em casa:

- Receber os dois clubes aqui é muito gratificante para o Vasco. Espiríto Santo é minha terra. Quanto tempo a gente não vê o futebol capixaba em uma situação dessas. Essa classificação veio depois de 25 anos para o futebol capixaba. E se passar pelo Vasco é conquista de Copa do Mundo. Eu acho difícil, mas será uma linda festa. O público será ótimo, o Vasco vai se sentir em casa. Tem muito torcedor do Vasco aqui. Quando eles sentirem a torcida, vai ser o jogo que eles vão querer participar sempre.

Fonte: Site oficial do Vasco