Goleada liga o sinal de alerta na diretoria vascaína

29/04/2019 às 08h08 - FUTEBOL

A goleada sofrida para o Athletico-PR logo na estreia do Campeonato Brasileiro ligou o sinal de alerta no Vasco. O placar de 4 a 1 foi duro e trouxe preocupação para comissão técnica e diretoria. Enquanto fecha a contratação do goleiro Sidão para disputar posição com Fernando Miguel, o Cruzmaltino segue as conversas em busca de um treinador para substituir Alberto Valentim e avalia possíveis novas contratações.

Por enquanto, o Vasco segue comandado pelo interino Marcos Valadares, responsável por tirar o time de uma crise instalada desde a perda do Campeonato Carioca para o rival Flamengo.

Funcionário do clube, Valadares entregou a situação nas mãos da direção, que analisa treinadores para comandar o time e peças que possam chegar para compor e qualificar o elenco.

"O Campeonato Brasileiro é muito longo. No momento que for oportuno, a competição mostra o que você precisa. Os atletas são qualificados, bons jogadores. Creio que a competição nos dirá se precisaremos ou não", analisou o interino.

Com o vice do Campeonato Carioca e a eliminação na Copa do Brasil, o Vasco tem apenas o Brasileirão para disputar. A preocupação da direção é a de evitar o sufoco da edição do ano passado, quando o time sofreu em praticamente todos os jogos fora de casa e brigou o tempo inteiro contra o rebaixamento.

A estreia foi pouco animadora e os dirigentes do Vasco sabem que é preciso reagir rápido para contar com o apoio da torcida e ainda tentar fazer uma temporada positiva.

"Vou desenvolver o meu trabalho, os diretores farão o que consideram melhor para o clube. Precisamos ter paciência, algumas questões ainda são precoces. Nosso desejo é reverter isso já no próximo jogo", encerrou Valadares.

Na próxima quarta-feira, o Vasco reencontra a torcida. Às 21h30, o time recebe o Atlético-MG diante de muita pressão, em São Januário.

Fonte: UOL Esporte