Gráfico mostra desempenho vascaíno no ranking digital de clubes brasileiros

11/09/2019 às 08h33 - CLUBE

Evolução Ranking Digital

Após 3 anos do estudo regular do IBOPE Repucom que analisa e reporta mensalmente as maiores bases digitais do Brasil, o vídeo mostra os fenômenos nessa “corrida” dos clubes pela promoção e expansão de suas bases digitais.

8 fatos importantes dos 3 anos de ranking digital dos clubes brasileiros de futebol

O domínio dos clubes da região Sudeste (8 entre os 10 primeiros) e 10 entre o top 15.

A escalada da Chapecoense após o desastre aéreo de Novembro de 2016. O time de Chapecó chegou a figurar em 6º no ranking digital, hoje ocupa a 10ª posição.

A briga pela liderança entre Corinthians e Flamengo.

A escalada do Fortaleza durante a campanha de 2018 e a evolução de Ceará e Fortaleza em 2019.

A disputa “seguidor a seguidor” entre Botafogo, Fluminense e Sport.

A briga por posições entre Atlético Mineiro e Cruzeiro

Ceará, Chapecoense, Goiás, Figueirense, Fortaleza e Santa Cruz bateram a marca de 1 milhão de inscrições no período

Paysandu assume a 25º posição do rival Remo em Novembro de 2016

– Data da análise: de Julho/16 a Agosto/2019 – somente dados das páginas oficiais dos clubes. – Não são considerados dados declarados, apenas as contagens oficiais das próprias plataformas. – Critério: todos os 20 clubes da série A, incluindo os 25 demais clubes com as maiores bases digitais do país em 2019. – Dados coletados: Facebook (curtidas). Twitter (seguidores). Instagram (seguidores). YouTube (inscritos).

Fonte: Evolução Ranking Digital