Grupo Vasco Imortal se pronuncia sobre reunião do Conselho Deliberativo

05/06/2019 às 08h30 - POLÍTICA

Vasco Imortal

Amigos,

Tenho muito a falar, mas sinceramente hoje não tenho nenhuma palavra para descrever meu sentimento.

Estou distante, viajando, conhecendo um novo país, e revendo outros com cultura e história que tanto admiro.

Ontem fiquei até às 06:00 locais acordado, me comunicando com amigos que estavam na reunião...

É vergonhosa a situação de vassalagem que vimos ontem!

Quem foi o fiel da balança?

O filho de um ex-presidente para lá de suspeito, que montou um teatro no melhor estilo Oswaldo de Lia Pires, evocando a imagem de seu falecido pai para que Conselheiros e especialmente Beneméritos ligados aquele, mudassem de opinião...

Numa clássica cena do coronelismo da República Velha, ele vestiu-se à semelhança do pai, faltando-lhe somente os suspensórios e "Los Puros" cubanos, e como um morto-vivo, fez relembrar a diversos presentes, suas verdadeiras histórias no CRVG, inclusive como alcançaram a condição de membros natos do Conselho Deliberativo.

Não me dou o direito de sentir nojo do Vasco, mas sinto repulsa por aqueles que, diante da chance de escrever uma nova página na nossa história - cabe lembrar que os demais clubes já estão a reescrever as suas quase sempre a partir de um processo como o que foi proposto ontem - preferiram agir como animais de estimação...

Torço muito para que de hoje a dezembro não haja ninguém próximo a mim querendo falar sobre a situação do time (algo muito diferente do Club), no derradeiro campeonato que disputa, pois se isso acontecer, rasgarei toda a educação que recebi e direi com todas as letras:

- Agradeça aos 105 de junho, aqueles que votaram "pelo bem do Vasco"!

Antes de me despedir, gostaria de mais uma vez agradecer a presença, a unidade e a postura dos grupos Vasco Imortal e Identidade Vasco, que demonstraram de forma cristalina entenderem o que precisa o Vasco para o futuro, se ele ainda houver...

Como disse Brecht:

"Vocês, que vão emergir das ondas
Em que nós perecemos, pensem,
Quando falarem das nossas fraquezas,
Nos tempos sombrios
De que vocês tiveram a sorte de escapar."

Saudações Vascaínas,

Fonte: Facebook Vasco Imortal