Henrique defende escalação 'inusitada' de Valentim no clássico

10/10/2018 às 17h22 - FUTEBOL

Henrique: "A gente sabe que precisa pontuar. Dentro de casa precisamos imprimir nosso ritmo, jogar da nossa maneira". #gevas

Henrique: "A gente sabe da força da nossa torcida. São Januário tem energia diferente. Somos muito mais fortes em casa". #gevas

Henrique: "Temos que valorizar os pontos conseguidos. Sabemos que precisamos de mais e nos cobramos para isso". #gevas

Henrique, sobre possível Cruzeiro reserva: "Não vejo vantagem. É um elenco forte, que alterna os campeonatos". #gevas

Henrique, sobre mudanças e jogar no meio: "É um campeonato longo. Precisamos de todo mundo. Não vejo como novidade porque desde o inicio do ano venho treinando assim". #gevas

Henrique: "Estamos encarando como 10 finais. Não vejo como sofrimento ou angustia. Se a gente trabalhar, vamos conseguir o objetivo". #gevas

Henrique: "A gente não está satisfeito com os empates. Tínhamos condições de sair com tres pontos. Estávamos frustrados no vestiário ". #gevas

Henrique, sobre pedidos de Maxi: "A gente tenta jogar da forma mais vertical possível. Temos que ser mais agressivos, mas temos que entender o que a partida está pedindo". #gevas

Henrique: "Não acho que o Valentim invente. A gente treina isso. Ele não faz de orelhada. A gente trabalha para as coisas acontecerem. Vem dando certo nos treinos". #gevas

Henrique: "Foi a primeira vez como capitão. Ramon não é só meu amigo, mas uma pessoa que eu admiro bastante. Ele que escolheu me dar a braçadeira ". #gevas

Foto: David NascimentoHenrique
Henrique

Fonte: Twitter do jornalista Felipe Schmidt/GloboEsporte.com

Enquete

Qual a culpa dos problemas políticos do Vasco na campanha do clube no Brasileiro?

Deixe seu comentario