Há 10 anos falecia Ademir Menezes, um dos maiores jogadores da história do V

11/05/2006 às 15h22 - CLUBE



Nome: Ademir Marques de Menezes

Local e data de nascimento: Recife (PE), em 8/11/1922

Local e data de falecimento: Rio de Janeiro (RJ), em 11/5/1996

Posição: Atacante

Clubes: Sport Clube do Recife (1939 a 1942), Vasco da Gama (1942 a 1945 e 1948 a 1956) e Fluminense (1945 a 1947).

Títulos: Campeonato Pernambucano pelo Sport (1939, 1940 e 1941), Campeonato Carioca pelo Fluminense (1946), Campeonato Estadual pelo Vasco (1945, 1949, 1950 e 1952), Sul-Americana pelo Vasco (1948), Sul-Americana (1949) e Pan-Americano (1952) pela Seleção Brasileira.

Ademir foi considerado um dos grandes craques brasileiros na década de 1940 e foi artilheiro da Copa de 1950, com oito gols marcados. Conhecido também pelo apelido de Queixada, seu estilo de jogo deu origem à nova posição no nosso futebol: ponta-de-lança. Sua versatilidade em atuar em qualquer posição do ataque e sua habilidade nas arrancadas a caminho do gol obrigaram técnicos a adotarem novos sistemas para tentar contê-lo.

Ademir participou da terrível Copa do Mundo de 1950 e lamentava o fato de o Brasil ter perdido para o Uruguai. Segundo ele, a Seleção Brasileira começou a fracassar quando a equipe foi obrigada a levantar cedo para assistir a uma longa missa. Ademir de Menezes falava que os jogadores não fizeram um aquecimento ideal, muito diferente do que acontecera nos outros jogos.

Em 1956, Ademir encerrou sua carreira, após ter conquistado quase todos os títulos possíveis a um jogador. Teve que largar cedo sua paixão pela bola, devido a uma contusão no pé. Costumava dizer que abandonou o esporte antes que ele o abandonasse. Sentia saudades, principalmente de uma final entre Vasco e Flamengo. Dizia que toda partida como essa correspondia a uma final de Copa do Mundo.

No entanto, não abandonou o futebol e passou a ser comentarista de rádio, sem perder jamais a alma de um jogador.

Fonte: Jornal dos Sports