Jogadores cobram salários e não se concentrarão para partida contra o Bangu

05/04/2019 às 23h13 - CLUBE

O treino do Vasco da tarde desta sexta-feira, no CT do Almirante, foi marcado por uma reunião entre diretoria e jogadores, que cobraram os salários atrasados - o clube deve 13° e fevereiro. O mês de março vence no próximo dia 20.

Alexandre Faria, diretor executivo, foi o responsável por esclarecer o atraso e disse que o clube vem fazendo um grande esforço para honrar os compromissos. Ele ainda lembrou que o problema não é só do Vasco e sim de outros grandes clubes do Brasil. Pelo lado dos jogadores, Thiago Galhardo, Yago Pikachu, Luis Gustavo e Maxi foram os que mais falaram. O técnico Alberto Valentim não participou.

Como forma de protesto, os jogadores resolveram não concentrar para a semifinal contra o Bangu, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã.

No mês passado, o Vasco fechou um patrocínio máster com o BMG e recebeu adiantamento de R$ 8 milhões referente a 2019. Além disso, o clube espera que o time passe da terceira fase da Copa do Brasil, pois renderá uma premiação de R$ 1,4 milhão. A folha salarial do Cruz-Maltino gira em torno de R$ 3,9 milhões.

Fonte: GloboEsporte.com