Jorginho pede Vasco com raça diante do Sport

08/06/2018 às 19h32 - FUTEBOL

Pela primeira vez sob os olhares de Jorginho, o Vasco treinou nesta sexta-feira em preparação para o duelo com o Sport, neste sábado, às 19h (de Brasília), em São Januário, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico não teve muito tempo para trabalhar, mas pediu que o time mantenha a postura que mostrou diante do Cruzeiro.

- Jorginho não passou nada demais, não falou muito sobre os problemas que passamos nos últimos dias. Só falou para entrarmos com a mesma garra e determinação que mostramos contra o Cruzeiro. E é isso o que queremos - afirmou Andrey, que deverá ser mantido na equipe titular.

Poucos minutos de observação

Apenas os minutos finais do treino desta tarde foram abertos à imprensa. Em campo, um coletivo entre reservas e jogadores da base. Jorginho parou a atividade diversas vezes para conversar com os atletas e solicitar algumas mudanças. Ao fim do treino, falou com alguns individualmente e, enquanto os jogadores seguiram para o vestiário, ficou mais alguns minutos no gramado trocando ideia com a comissão técnica.

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.brJorginho parou o treino diversas vezes para passar orientações
Jorginho parou o treino diversas vezes para passar orientações

- É um treinador que pede bastante comprometimento. Sempre pede raça, para não nos abatermos, buscar mais... Tem esse estilo. A gente espera o melhor para o Vasco com a vinda dele. Está chegando para nos ajudar. Acho que voltaremos fortes depois da Copa - disse Andrey.

Reforços para Jorginho

Entre os reservas que treinaram nesta sexta, Ramon, Rafael Galhardo, Thiago Galhardo e Giovanni Augusto vestiram o colete. O lateral-esquerdo já havia entrado contra o Paraná após meses se recuperando de lesão. Giovanni Augusto também foi utilizado nos últimos três jogos. Rafael e Thiago treinaram nesta semana, mas não foram relacionados para enfrentar o Cruzeiro.

São reforços importantes, visto a quantidade de desfalques recentes. Ainda seguem fora: Martín Silva (seleção uruguaia), Werley (fratura no braço), Breno (dores no joelho), Kelvin (lesão na coxa), Bruno Silva (lesão na coxa) e Rildo (cirurgia no ombro).

A última vez e o retorno

O último jogo de Jorginho à frente do Vasco foi em 28 de novembro de 2016. O técnico comandou o time na vitória sobre o Ceará, que garantiu o Cruz-Maltino na Série A do ano seguinte. Já enfrentava problemas com um elenco enxuto. Na ocasião, escalou a seguinte equipe: Martín Silva, Madson, Rafael Marques, Rodrigo, Julio Cesar, Diguinho, Douglas Luiz, Andrezinho, Nenê, Jorge Henrique, Thalles.

Um ano e meio depois, Jorginho reassume o Vasco, em meio a uma crise financeira e política, com a missão de esquecer a eliminação na Libertadores e recuperar o bom futebol e os resultados positivos. Parece ter gostado do que viu na quarta, contra o Cruzeiro. Pediu a mesma garra para sábado, quando deve repetir a escalação: Fernando Miguel, Luiz Gustavo, Paulão, Ricardo, Henrique, Desábato, Andrey, Bruno Cosendey, Pikachu, Wagner e Ríos.

Fonte: globoesporte.com

Enquete

Quem você gostaria que fosse o novo técnico do Vasco?

Deixe seu comentario