Jornalista explica acordo entre Vasco e BMG

11/03/2019 às 13h33 - FUTEBOL

@ph_caixeiro

Rodrigo, portanto o Vasco não tem um valor fixo engessado? Os R$8MM foi um adiantamento do banco e todo o restante do contrato vai depender de metas dos produtos do banco?

@rodrigocapelo

Exato! Os R$ 8 milhões são um adiantamento porque eles precisarão recuperados, e depois superados para que o negócio valha a pena, pelo banco que será lançado pelo Vasco em parceria com o BMG. A vantagem é que esses R$ 8 milhões não precisarão ser devolvidos caso tudo dê errado.

O contrato é de cinco anos, mas ele tem um fusível previsto para o segundo ano, em 2020, ainda dentro da administração do Alexandre Campello. Quer dizer que se o contrato não se mostrar vantajoso para Vasco e/ou BMG ambas as partes poderão rescindi-lo já no fim do ano que vem.

Fonte: Twitter do jornalista Rodrigo Capelo