Jornalista: "Vasco tem razão na briga por setor sul"

16/02/2019 às 22h25 - FUTEBOL

Há três fatores que dão razão ao Vasco no episódio deste final de semana, na velha e estúpida briga pelo setor sul, à direita das tribunas do Maracanã. O primeiro fator é o regulamento do Campeonato Carioca. Segundo o que os clubes assinaram, na decisão da Taça Guanabara o mandante é definido por sorteio, realizado na terça-feira passada (12). O segundo fator é que, diferentemente do que foi propagado na assinatura do contrato entre Fluminense e Maracanã S/A, não há garantia de exclusividade do setor sul para o Tricolor. O terceiro ponto é agravante: o Fluminense está inadimplente com o Maracanã, ou seja, não está cumprindo a sua parte no contrato assinado há cinco anos.

Há um quarto aspecto, ainda. Pela licitação assinada entre o estado do Rio de Janeiro, proprietário do estádio, e o consórcio Maracanã S/A, todos os quatro grandes clubes do estado têm o direito de utilizar a praça esportiva. Ocorre que, como Flamengo e Fluminense têm acordos de longo prazo com o estádio, convencionou-se que o Fluminense poderia usar o lado direito com suas cores e lojas e o Flamengo utilizaria o setor à esquerda das tribunas, como acontece desde 1950.

Até hoje, não se fez nem as lojas nem o predomínio das cores dos dois lados do estádio. De dois anos para cá, o Maracanã tem tentado melhorar o relacionamento com os clubes. Um sinal disso foi a apresentação de Paulo Henrique Ganso na sala de entrevistas coletivas do estádio.

Mas a relação continua tendo atritos. Hoje, o Fluminense deve R$ 1,5 milhão ao consórcio Maracanã e perto de R$ 2 milhões a fornecedores. Está agendada uma reunião para as 11 horas da manhã deste sábado, na Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, para definir a disputa. Pelo regulamento, o Vasco é o mandante, responsável pela organização da partida e pela venda de ingressos.

IMPORTANTE: NA LEITURA DO REGULAMENTO FEITA PELO FLUMINENSE, O CLUBE ENTENDE TER EXCLUSIVIDADE SOBRE O SETOR SUL. SEGUNDO A DIRETORIA TRICOLOR, OS ADITIVOS DO CONTRATO VERSAM APENAS SOBRE AS QUESTÕES REFERENTES AO ALUGUEL DO ESTÁDIO, QUE NÃO CONSTAVAM NO CONTRATO ORIGIANL. O MARACANÃ INFORMA QUE ACATOU A DECISÃO LIMINAR E VENDE INGRESSOS DO LADO SUL PARA A TORCIDA DO FLUMINENSE. O CLUBE DAS LARANJEIRAS ENTENDE TAMBÉM QUE, COMO O MARACANÃ MUDOU, E COMO NÃO HÁ MAIS AS RAMPAS DO BELINI E DA UERJ, A PRIORIDADE DO SETOR SUL DEVE SER DO FLUMINENSE INCLUSIVE DO PONTO DE VISTA DA SEGURANÇA, PORQUE OS TRICOLORES HISTORICAMENTE CHEGAM POR AQUELE LADO. ATÉ AMANHÃ, ANTES DE VASCO X FLUMINENSE, ESTE BLOG PRETENDE CONTAR NOVOS FATOS DESTA HISTÓRIA, COM DOCUMENTOS DO FLUMINENSE E DO MARACANÃ.

Fonte: Blog do PVC