Jornalistas abordam fala de Luxemburgo sobre Sampaoli

06/08/2019 às 11h33 - FUTEBOL

Na segunda-feira, durante o "Bem, Amigos", Vanderlei Luxemburgo, técnico do Vasco, afirmou que o colega Jorge Sampaoli, do Santos, não traz novidades ao futebol brasileiro com seu jogo ofensivo. A declaração foi tema inicial do Redação Sportv desta terça-feira e gerou reações distintas.

Um dos convidados de Marcelo Barreto, Aydano André Motta, de "O Globo", tratou o discurso do treinador cruz-maltino como xenófobo.

- Tem xenofobia. Debater o Sampaoli ou o Jorge Jesus... Por quê? É um técnico trabalhando num lugar. Você acha que tem essa debate na Inglaterra? O Sampaoli está dando lição. Discordo do conteúdo do que o Vanderlei disse.

- O Vanderlei, que está fazendo um ótimo trabalho no Vasco. A gente o elogiou aqui por uma entrevista no Globo Esportivo, em que ele teve uma sensatez enorme. Nesse caso, me parece que ele diz de um jeito um pouco mais gentil o que disse o Levir Culpi no mesmo "Bem, Amigos".

Marcelo Barreto teve interpretação diferente. Para o apresentador, Luxa foi bem direto e, inclusive, fez elogios ao argentino durante o "Bem, Amigos".

- Eu interpretei de uma maneira diferente, até porque ele elogia o trabalho do Sampaoli. É o líder do Brasileiro. Lógico que o trabalho tem que ser elogiado, e o Vanderlei não fugiu disso, não fugiu do óbvio. O que ele disse, eu interpretei mais assim, é o que o Sampaoli não está trazendo de tão novo. Está fazendo algo que já existia no futebol brasileiro e que o Sampaoli está resgatando. E que os técnicos brasileiros talvez tivessem perdido ou por falta de coragem ou por coisas do mercado.

Camila Carelli, da Rádio Globo, dividiu sua análise em dois pontos. Disse concorda com a afirmação de Vanderlei que o futebol brasileiro é originalmente ofensivo. Porém não vai na mesma direção do treinador quando este afirma não ver inovações no trabalho de Sampaoli. Para ela, há sim, evolução, principalmente na questão tática.

- Eu acho que têm alguns pontos. Eu concordo com o Aydano no sentido de que há a dificuldade de se reconhecer que o técnico estrangeiro hoje é o melhor do futebol brasileiro. Acho que ele não reconheceria que o trabalho do Sampaoli é o melhor do Brasileiro. Encontro alguns aspectos também. A gente se acostumou a ver campeões brasileiro jogando por 1 a 0, aquele time tradicional do Carille no Corinthians. O trabalho do Jair no Botafogo foi elogiado, mas era feito em cima de contra-ataque. Era uma outra forma de jogar. Não cabe dizer se é melhor ou pior.

- Falar que o futebol mais ofensivo sempre foi característica do brasileiro, eu concordo. Ponto. Mas na maneira de se expressar ao dizer que Sampaoli não está ensinando nada. Está. Está ensinando muita coisa. Futebol, como qualquer coisa, evolui. Sampaoli está trazendo evolução no sentido tático de futebol ofensivo, não é o mesmo que a gente jogava aqui nos anos 80 e 90. É uma outra forma, um futebol mais evoluído e com um componente tático importante.

Fonte: SPORTV