Juvenil: Vasco perde meia Luis Philipe, que assinou contrato com o Flamengo

19/01/2010 às 15h07 - CATEGORIAS DE BASE

Rivais dentro de campo, Vasco e Flamengo mostraram que até jovens jogadores as equipes disputam fora das quatro linhas. Foi o caso do jovem volante Luis Philipe, de apenas 16 anos, mas que acabou sendo o protagonista de uma disputa entre os dois clubes. Muralha, como o garoto é apelidado, treinou desde os seis anos de idade na equipe da Colina, mas agora defende as cores do maior rival do Cruzmaltino.

Com 16 anos de idade, Luis Philipe já tinha condições de assinar seu primeiro contrato profissional com um clube de futebol profissional. E foi aí que as divergências se iniciaram. Segundo o procurador do atleta, Marcos Seixas, a diretoria do Vasco não teria sido coerente com a capacidade e a identificação que o volante tinha pelo clube, apresentando uma proposta de contrato aquém do que esperavam.

\"A proposta feita pelo Vasco não foi coerente. Até o pai do garoto achou que não foi legal. Até porque, o Luis Philipe foi criado dentro do Vasco.

    A família toda é vascaína, o garoto é vascaíno e treinava lá desde os seis anos.
Como a proposta não era interessante, a família resolveu escutar propostas de outros clubes\", afirmou Marcos Seixas, que não escondeu os nomes dos clubes que se interessaram pelo jovem volante.

\"Intermediários que se diziam ligados à São Paulo, Cruzeiro e Internacional procuraram os pais do garoto para saber da possibilidade de mudança. Mas, para não ficar longe da família e dos estudos (Luis Philipe está no último ano do Ensino Médio), preferiram a proposta do Flamengo. Foi o próprio jogador quem escolheu o Flamengo. Ele inclusive já treina na Gávea com a equipe juvenil e se sentiu muito bem recebido\", disse o procurador, em entrevista para o Justicadesportiva.com.br.

Luis Philipe assinou contrato de três anos com o Rubro-Negro carioca. O caso do volante se assemelha ao do jovem apoiador Bruno Paulo. Depois de longa discussão sobre sua renovação contratual com o Flamengo, não houve acordo e o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, optou por afastar o atleta do elenco principal do clube até o término do contrato. Atualmente, o atleta possui um pré-contrato assinado com o Corinthians e aguarda o fim de seu compromisso com a equipe da Gávea para ver seu futuro clareado.

Fonte: Justiça Desportiva

Enquete

Qual a culpa dos problemas políticos do Vasco na campanha do clube no Brasileiro?

Deixe seu comentario