Kelvin terá partida decisiva para sua permanência diante do Ceará

29/11/2018 às 08h30 - FUTEBOL

A partida contra o Ceará será a oportunidade definitiva para Kelvin provar que o Vasco deve tentar mantê-lo por mais uma temporada. Na ausência de Yago Pikachu, expulso contra o Palmeiras, será do jogador a responsabilidade de atuar como ponta direita e dar velocidade ao ataque do Vasco no Castelão. Seu contrato termina dia 31 de dezembro e, às vezes, a última impressão é a que fica.

A chance vem no melhor contexto possível. Sem ter de dividir posição com Pikachu, Kelvin terá liberdade para atuar como gosta. O jogo em Fortaleza carrega ares de decisão — um empate garante o time carioca na Primeira Divisão do ano que vem. E é justamente a permanência ou não do Cruz-Maltino na Série A que poderá influenciar no seu futuro.

Até agora, não houve conversa entre diretoria e seu representante, Carlos Leite, muito por causa da indefinição. De qualquer maneira, um quarto rebaixamento deverá significar um corte na folha salarial do futebol. E Kelvin é uma das opções mais acessíveis para ajudar a enxugar os gastos em São Januário.

O momento é crucial na carreira do atacante. Seu compromisso com o Vasco está no fim e o contrato com o Porto, clube que detém seus direitos, vai até junho do ano que vem. Depois de três empréstimos seguidos, para Palmeiras, São Paulo e, agora, o Cruz-maltino, Kelvin precisa mostrar serviço se quiser seguir na Colina. No Vasco desde 2017, foi prejudicado por uma grave lesão no joelho esquerdo, que o afastou dos jogos por um ano. No total, possui 38 partidas pela equipe carioca, com apenas um gol marcado.

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br Kelvin treinou com bola na manhã desta sexta
Kelvin treinou com bola na manhã desta sexta

Fonte: Extra

Especulação

Especulado

Você aprova a contratação de Raúl Cáceres?

Especulações Mercado