Lanterna do Brasileiro, Vasco acumula números negativos

03/05/2019 às 12h45 - FUTEBOL

O início de Campeonato Brasileiro do Vasco não é nada animador. Após perder o título carioca para o Flamengo e ser eliminado da Copa do Brasil pelo Santos, o Cruz-Maltino foi derrotado em seus dois primeiros jogos na competição nacional, a única em que o clube segue na briga nesta temporada. E os números mostram bem algumas das dificuldades que a equipe vem tendo, tanto no ataque quanto na defesa.

Contra Athletico Paranaense e Atlético Mineiro, a equipe carioca finalizou 30 vezes, a terceira maior marca do campeonato, ficando atrás apenas de Internacional e Bahia. Porém, somente sete tentativas foram na direção do gol, com apenas duas terminando nas redes. O aproveitamento de acerto de apenas 23,3% nas conclusões só não é pior que do Goiás, que mandou no alvo 22,2% dos arremates - 4 de 18.

O Santos, um dos três times que seguem com 100% de aproveitamento, ao lado de São Paulo e Galo, é quem mais se destaca no fundamento, segundo dados do Footstats, tendo acertado 62,1% das finalizações até agora - 18 de 29.

Defensivamente os números vascaínos também não são positivos. Sem o goleiro Fernando Miguel e o zagueiro Leandro Castán, lesionados, o time tem a defesa mais vazada da competição, com seis gols sofridos. Muito em razão da fragilidade na marcação. O Vasco é o terceiro time que mais cede finalizações ao seu gol, tendo sofrido 28 arremates contra. Apenas Chapecoense (33) e Santos (32) foram mais agredidos. A Chape, no entanto, sofreu apenas um gol e o Peixe dois.

Com a demissão de Alberto Valentim após a final do Estadual, Marcos Valadares, do sub-20, vem comandando a equipe. Se o nome do novo treinador ainda não é revelado, os problemas são cada vez mais conhecidos.

Fonte: UOL Esporte