Leandro Castán chega com status de 'salvador' do Vasco

30/07/2018 às 07h56 - FUTEBOL

O torcedor do Vasco viu um velho problema voltar a aparecer e ser o principal responsável pela derrota, de virada, por 4 a 1 contra o Corinthians, no último domingo (29): a defesa. No Estádio Mané Garrincha, em Brasília, a equipe carioca sofreu quatro gols depois de abrir o placar, amargou a derrota na 16ª rodada no Brasileirão e agora tem mais gols sofridos do que marcados na temporada.

Em 42 jogos em 2018, o time fez 64 gols e levou 66 em 18 vitórias, oito empates e 16 derrotas. Além do revés contra o Corinthians, o Vasco ainda sofreu outras três goleadas por quatro gols ao longo do ano, três dela na Libertadores: 4 a 0 contra Jorge Wistermann, Racing e Cruzeiro.

Já no Brasileiro, o 4 a 1 contra o clube paulista foi a terceira derrota com pelo menos três gols sofridos. Ao longo de 14 jogos na competição até aqui, o Vasco também levou 3 a 2 do Vitória, 3 a 0 do Bahia e 3 a 1 do Internacional. Contra o time tricolor baiano, os vascaínos tomaram outro 3 a 0 nas oitavas da Copa do Brasil.

Os muitos gols ainda passam pelas falhas defensivas. Na partida de domingo, foram duas. No segundo gol, o lado direito da defesa parou e ficou olhando Pedrinho receber livre na linha de fundo e cruzar para Romero, que aproveitou vacilo de Ricardo e se antecipou para marcar.

O camisa 14, inclusive, errou em dois gols na derrota por 3 a 1 contra a LDU, na última quarta-feira, pela Copa Sul-Americana. Já no terceiro gol, Mateus Vital pegou Breno e Ricardo de surpresa, acelerou para dentro da área e sofreu pênalti, que depois foi convertido por Jadson.

Com tantos gols sofridos e falhas, Leandro Castán ainda nem chegou, mas é a principal esperança da torcida para acertar a zaga. O defensor de 31 anos vai rescindir com a Roma nesta segunda-feira (30) e está apalavrado com o Vasco. Questionado sobre a possível chegada do jogador, o técnico Jorginho não se prolongou sobre o assunto, mas elogiou o zagueiro.

"Conheço muito bem, é um jogador muito qualificado, sempre muito bem-vindo se chegar, com muita experiência, tem experiência internacional e é um jogador muito forte", disse.

Além de Castán, a zaga ganha forma em meio a outras mudanças. O colombiano Oswaldo Henríquez, que veio do Sport e não vinha sendo utilizado na temporada 2018, já estreou, mas ficou no banco contra o Corinthians, enquanto Paulão, que era um dos mais criticados pela torcida ao longo do ano, deixou o clube na semana passada depois de pedir a rescisão de contrato.

Foto: Reprodução da internet Leandro Castán
Leandro Castán

Fonte: UOL Esporte

Especulação

Não vem

Você aprova a contratação de Sidão?

Especulações Mercado