Leandro Castan participa do 'Bola da Vez' neste sábado (08), às 22h

08/08/2020 às 08h27 - IMPRENSA

Leandro Castán é um jogador que gosta de desafios. O zagueiro do Vasco foi o convidado do Bola da Vez desta semana e deu ótimas respostas.

Líder da equipe vascaína, o defensor falou sobre assuntos de dentro do campo, como até onde o Vasco pode chegar no Brasileirão, lembranças dos tempos de Corinthians e mais.

Mas também, como já é de praxe em suas entrevistas, se posicionou sobre assuntos muito relevantes fora das quatro linhas, como o racismo.

E um dos momentos mais emocionantes foi sobre o tumor que teve. O zagueiro revelou todo o sofrimento durante o processo.

"O pré-cirurgia foi o momento mais difícil da minha vida. Naquele momento eu nem pensava em jogar futebol, eu queria era continuar vivo e ver os meus filhos crescerem. Chegou um certo momento que eu achei que eu ia morrer mesmo, eu estava perdendo muito peso, perdi 15 quilos, vomitava muito por causa do tumor que cresceu no meu cérebro, aí eu passava muito mal e ficava deitado o dia todo. Foram 15, 20 dias de um filme de terror que eu vivi na minha vida".

"Nesse momento eu acho que a Roma me blindou, eles não me passavam o problema que eu tinha. Falavam que eu tinha problema muscular, problemas no ouvido... eu não sabia o que eu tinha, eu fazia exames esporadicamente e não tinham encontrado nada. Eu lembro que quando passei mal eu fiquei uma semana internado, fiz a ressonância com contraste, depois tirei aquele líquido da coluna... eles foram descartando as doenças até descobrir essa doença rara que eu tinha, chamada cavernoma, que depois de três meses eles foram passar realmente para mim o que eu tinha”, adicionou.

O Bola da Vez com Castán é neste sábado, às 22h00 (hora de Brasília), na ESPN Brasil e ESPN App. Não perca!

Fonte: ESPN