Lucão ganha 'professor' de peso no Vasco

27/07/2018 às 10h25 - FUTEBOL

Quem nunca falou que "um bom time começa com um bom goleiro"? A pergunta se encaixa na equipe sub-17 do Vasco, que está nas semifinais da Taça BH da categoria. Lucão, que não faz gols ou jogadas de efeito, é uma das apostas das categorias de base de São Januário e tem sido decisivo na competição debaixo das traves cruz-maltinas.

Mas as duas defesas de pênaltis que garantiram a vitória do Vasco por 3 a 2 sobre o Internacional, depois do empate em 1 a 1 no tempo normal, não eram rotina na carreira de Lucão. O próprio garoto admite: defender penalidades não era seu forte. Com o tempo, porém, isso tem mudado - e com a ajuda de um professor de peso.

- Não era uma qualidade, mas estamos sempre trabalhando ao longo do tempo, dos anos, para chegar a decisões e a estrela brilhar. Vem tudo de um trabalho. Venho trabalhando duro com o Gerson e os outros meninos, o João e o Alexandre, que me dão conselhos - disse Lucão ao GloboEsporte.com.

O "professor de peso", porém, não está exatamente no dia a dia do garoto de apenas 17 anos. Para aproximar ainda mais a base do profissional, o Vasco tem optado por treinos no mesmo local durante as semanas. Assim, Lucão ganhou um novo parceiro: o ídolo Martín Silva.

Apesar do jeito discreto do uruguaio, que é capitão do Cruz-Maltino, o goleiro garante que consegue absorver lições e dicas que são passadas por ele. Martín, inclusive, é o espelho de Lucão no Vasco.

- O maior espelho que temos hoje está dentro do Vasco. É um cara tranquilo, seguro, agarra demais. Acredito que esse projeto que o Vasco criou foi um dos maiores projetos que criaram, porque motiva todos os goleiros que estão nas categorias de baixo. É motivador treinar com o Martín, o Gabriel, o João, o Jordi e o Fernando. O Martín está sempre falando, dando um conselho sobre um passo aqui, um posicionamento ali. Ele fala pouco, mas dá para aprender muito.

Nas redes sociais, Lucão já é uma realidade para a torcida do Vasco. Os cruz-maltinos não escondem a ansiedade em vê-lo em campo pelo profissional. O garoto, porém, prefere não se empolgar.

- A felicidade é imensa, porque acho que é o sonho de todo jogador de futebol, mas tem outros meninos na minha frente ainda, vou esperar o momento certo. Tem o João, o Alex, o Gabriel, o Jordi... Acredito que tudo no momento certo vai acontecer - completou.

O Vasco tomou cinco gols em cinco jogos na Taça BH. Neste sábado, às 11h30, o Cruz-Maltino encara o Fluminense em busca de uma vaga na decisão.

Foto: Vasco Lucão
Lucão

Fonte: GloboEsporte.com

Mercado

Confirmado

Você aprova a saída de Lenon?

Especulações Mercado