Luiz Manoel Fernandes fala em 'omisão' quanto à necessidade do empréstimo

03/06/2019 às 21h18 - POLÍTICA

Rebelo Fernandes diz que a situação de urgência do Vasco é pela omissão da diretoria administrativa. Ele diz que a convocação dos beneméritos dizia que venceria o terceiro mês caso o empréstimo não fosse aceito. E o clube pagou um mês pouco depois: “me senti enganado”

O conselheiro fala que os valores passaram de oito, para 10 e depois 30 milhões: “Ação irresponsável”. Por último, pede aprovação do empréstimo de R$ 10 milhões de forma condicional à submissão de um plano de aplicação do recurso #lanceVAS

Luiz Manoel Fernandes citou este humilde repórter para afirmar que parte do salário de março foi pago aos jogadores. Por isso, ele sustenta que não há urgência, e sim omissão, quanto à necessidade do empréstimo. Para ele, a diretoria mentiu para o Conselho de Beneméritos. #gevas

Luiz Manoel Fernandes propõe que seja aprovado empréstimo de R$ 10 milhões, condicionado a um plano justificado da aplicação destes recursos. #gevas

Fonte: Felipe Schmidt - GE / Luiza Sá - Lancenet