Luizão, o temido

18/03/2006 às 08h54 - FUTEBOL

O jogo de amanhã, contra o Flamengo, no Maracanã, terá um sabor especial para o atacante Edílson. Além de disputar seu primeiro clássico com a camisa do Vasco, o adversário será o Flamengo, clube com o qual criou grande identificação, tendo conquistado dois títulos: o Campeonato Carioca, em 2001, fazendo dois gols na final contra o Vasco, e a Copa dos Campeões, no mesmo ano. Outro motivo que torna a partida ainda mais especial para o Capetinha é o fato de reencontrar e jogar contra um amigo de longa data: o atacante Luizão, com quem formou uma temida dupla de ataque no Guarani e no Corinthians. Juntos, eles também participaram da conquista da Copa do Mundo de 2002, no Japão.
O fato de ter jogado pelo Flamengo deixou a torcida vascaína com um pé atrás quando a diretoria anunciou a sua contratação. Alguns torcedores chegaram a exigir dele que evitasse contato com alguns amigos ligados ao Flamengo. Edílson, quando perguntado sobre a identificação que teve com o time da Gávea, desconversou e afirmou que agora é do Vasco.

\"Vai ser um grande jogo por se tratar de um clássico. Não penso no passado, agora estou no Vasco e o mais importante é ajudar o time a conquistar a vitória e a classificação para a semifinal. Espero me dar bem contra o Flamengo\", finalizou.

O Capetinha não poupou elogios a Luizão, afirmando que ele é um dos melhores atacantes do Brasil.

\"Dentro da área ele é um jogador muito perigoso. Com ele, não tem bola perdida. Luizão chuta muito bem com as duas pernas e é o tipo de atacante que toda equipe quer ter. Precisaremos ter atenção redobrada com ele no clássico. É um vencedor, conseguiu cumprir seus objetivos e hoje tem uma carreira estruturada\", disse.

O atacante vascaíno também lembrou das dificuldades que viveu ao lado do amigo quando ainda atuavam pelo Guarani e moravam nos alojamentos do Estádio Brinco de Ouro da Princesa.

\"Nós passamos muitas dificuldades juntos, mas o pessoal do Guarani nos ajudou bastante. Vamos levar essa amizade para o resto da vida\", declarou Edílson.

Fonte: Jornal dos Sports