Especulações e Saídas clique aqui

Luxa "renasceu" após jogo épico? Colunistas opinam

15/11/2019 às 08h11 - FUTEBOL

Em jogo épico disputado na noite de quarta-feira (13), no Maracanã, Flamengo e Vasco empataram por 4 a 4 um clássico em que o time rubro-negro, líder com sobras no Campeonato Brasileiro, entrou como favorito diante do Cruzmaltino que tem como principal objetivo na competição escapar do rebaixamento.

Com elenco inferior ao de Jorge Jesus, Vanderlei Luxemburgo conseguiu com que o Vasco jogasse de igual para igual com o arquirrival e fez com que o time adversário apresentasse alguns pontos fracos que ficaram 'escondidos' em outros jogos da competição nacional.

Sendo assim, o jogo de quarta é um indicativo de que Luxemburgo "com sangue nos olhos" ainda pode protagonizar surpresas em seus times? Fizemos essa pergunta aos blogueiros do UOL Esporte. Veja o que eles disseram:

JUCA KFOURI

Ele, de fato, foi muito bem, numa noite em que o Flamengo foi mal. E ele contribuiu para surpreender o rubro-negro.

JULIO GOMES

O "sangue nos olhos" costuma servir eventualmente, não só com Luxemburgo. É muito difícil trabalhar todos os jogos com este nível de intensidade e motivação. Luxemburgo nos indica apenas que segue sabendo muito de futebol, o desafio é colocar em prática de maneira consistente e com menos material humano - porque é o que o mercado lhe oferece hoje em dia.

MARCEL RIZZO

Luxemburgo faz um bom trabalho no Vasco, negar isso é ser cego. Mas a questão é que o nível de exigência comandando o Vasco com esse elenco é menor do que se estivesse no Flamengo, Palmeiras, mesmo no São Paulo ou Grêmio, que têm mais dinheiro e melhores jogadores. Quero ver Luxa em time que possa investir, o que ele poderia fazer e trazer de novo.

MENON

Sim. Luxemburgo entrou em decadência quando resolveu extrapolar funções. Passou a ser, ou querer ser, um manager, atuando em compra e venda de jogadores. Agora, no Vasco, mostra-se um treinador pragmático, longe do brilhantismo de antes. Pode ser uma retomada.

PERRONE

Esse jogo mostra que Luxemburgo ainda tem caldo tático para servir. Basta estar concentrado no campo.

PVC

Em 2007, escrevi no diário LANCE! que Luxemburgo não era mais o melhor técnico do Brasil. Ele ficou furioso, convocou entrevista coletiva. Mas entendeu que se cobrava dele o que pode fazer. A impressão é de que Luxemburgo diminuiu o tom quando diminuíram seus sonhos e isso se deu depois de passar pelo Real Madrid, onde não foi mal, e de perder a concorrência na seleção para Dunga. Se não ia mais para um grande europeu e não voltaria à seleção, para que trabalhar no mais alto nível. Mas esse nível, ele tem. Vanderlei Luxemburgo conhece futebol e sempre teve olhar para influenciar no jogo e nos jogadores. Motivado, pode fazer bons trabalhos e grandes jogos.

RENATO MAURÍCIO PRADO

Luxemburgo está fazendo um bom trabalho no Vasco, é inegável. Mas não acho que no empate com o Flamengo tenha demonstrado algo tão especial em termos táticos, como muitos viram, a ponto de o elegerem como grande vencedor do clássico. O rubro-negro teve uma de suas piores apresentações coletivas desde que Jesus assumiu. A defesa, então, foi um horror. Voltando ao Vanderlei, o problema é saber como se portará, se um dia voltar a ter um elenco de ponta, nas mãos. Se a soberba e a mania de agir como mandachuva em tudo voltarem, vai enfiar os pés pelas mãos de novo.

Fonte: UOL Esporte