Luxemburgo explica Vasco em Foz: “Energia boa”

06/07/2019 às 08h00 - FUTEBOL
Foto: Bruno Giufrida/GloboEsporte.comVanderlei Luxemburgo tirando fotos com pequenos vascaínos

Vanderlei Luxemburgo está em casa. Em Foz do Iguaçu, o técnico do Vasco se sente quase como no Rio de Janeiro ou em São Paulo, onde mora e tem família, negócios. É abraçado por crianças, amigos, fãs, torcedores... Justamente por toda essa energia positiva, decidiu levar o Cruz-Maltino para a cidade paranaense na primeira oportunidade que teve.

O Vasco iniciou sua preparação para o retorno do Campeonato Brasileiro no Rio de Janeiro, mas viajou para Foz do Iguaçu nesta quinta-feira à noite. Neste sábado, enfrenta o time da cidade, no Estádio do ABC, às 20h. Depois, treina até sexta-feira, quando vai para Porto Alegre, palco da partida contra o Grêmio, pelo Brasileirão. Até lá, Luxemburgo vai tentar colocar o máximo dos bons momentos que já passou na cidade no dia a dia da delegação.

As lembranças do treinador no mesmo hotel em que o Vasco está concentrado começam em 1999. Foi na luxuosa acomodação, com piscina, restaurantes e diversos ambientes onde a seleção brasileira se hospedou naquele ano para a disputa da Copa América, no Paraguai.

A sede do Brasil no país vizinho era Cidad del Leste, que faz fronteira com Foz do Iguaçu. Por isso, a Seleção optou por se concentrar no hotel no lado brasileiro e ir para o Paraguai apenas para disputar as partidas. E deu certo. Sob comando de Luxemburgo, os brasileiros foram campeões invictos, com seis vitórias em seis jogos.

Justamente por causa dessa passagem, que completa 20 anos em 2019, o técnico foi homenageado nesta sexta-feira à noite, sob os olhares de fãs, amigos e da comissão técnica cruz-maltina. Foi abraçado por pequenos torcedores do Vasco, tietado por admiradores e mostrou estar em casa. Atendeu a todos com paciência, deu entrevistas...

Foto: Bruno Giufrida/GloboEsporte.comLuxemburgo recebe homenagem em Foz do Iguaçu

Mas as passagens de Luxemburgo por Foz do Iguaçu a trabalho não se limitam à seleção brasileira. E é justamente por isso que ele decidiu voltar à cidade com o Vasco.

- É um local tranquilo para trabalhar. Clima bom, ambiente bom, energia boa. Eu venho sempre com minha família. Tenho bons amigos aqui. Venho sempre. Toda vez que venho aqui acontece coisa boa, vamos ver se dessa vez também acontece. Eu vim com o Cruzeiro, saímos daqui e ganhamos a tríplice coroa. Vim com o Santos, também ganhei. Agora, com o Vasco, vamos ganhar – explicou o treinador.

Desta vez, porém, Luxemburgo está tendo de lidar com um conhecido não tão agradável: o frio. Durante a sexta-feira, por exemplo, a temperatura variou de 1ºC a 14ºC. Neste sábado, quando o Vasco entra em campo em amistoso contra o Foz do Iguaçu, os termômetros devem marcar até 0ºC na hora do jogo.

Sorte de Luxemburgo se conseguir se esquentar sob os braços de pequenos fãs, como nesta sexta à noite.

Fonte: GloboEsporte.com