Luxemburgo fala sobre jogo contra o CSA: "Não será presa fácil"

03/08/2019 às 12h51 - FUTEBOL

Debaixo de chuva, o Vasco da Gama finalizou na manhã deste sábado (03/08), no CT do Almirante, em Vargem Pequena, a preparação para o duelo contra o CSA. Válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, a partida contra o Azulão do Mutange será disputada neste domingo (04), às 19 horas, no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES), local onde o Cruzmaltino possui o melhor aproveitamento fora do Rio de Janeiro.

Ao término da atividade, marcada por trabalhos de finalização, o treinador Vanderlei Luxemburgo gravou um pronunciamento para a VascoTV e fez um balanço da semana de preparação. O experiente comandante exaltou o nível do jogo-treino disputado contra a Portuguesa e pregou respeito ao CSA, afirmando que a equipe alagoana não será um adversário fácil de ser derrotado em solo capixaba.

- Foi uma semana muito boa de trabalho. Demos uma diminuída na carga de treinamento, mantendo apenas um período, mas dando bastante intensidade nas atividades. Fizemos um jogo-treino contra a Portuguesa, que é uma equipe muito bem treinada, preparada, articulada, sabe o que faz. Exigiu bastante do nosso time. Utilizei uma equipe em cada tempo, e o Breno treinou 45 minutos. Estamos tendo tranquilidade para recuperá-lo - afirmou o treinador, acrescentando logo depois.

- O jogo contra o CSA é uma decisão. Hoje, falando a realidade, o adversário está naquela briga conosco para subir e sair da zona de rebaixamento. É um confronto direto, onde vamos jogar a primeira partida em casa e a segunda na cada deles. É preciso muito respeito com o CSA. Tenho visto as pessoas se manifestarem dizendo que vamos ganhar, mas não tem nada disso. Precisamos jogar, e jogar forte, como fizemos contra o Palmeiras, nos últimos jogos - complementou Luxemburgo, pedindo por fim o apoio dos torcedores capixabas.

- Vamos em busca do nosso objetivo, que é a vitória, mas sabendo que o CSA não é uma presa fácil. Não podemos achar que vamos jogar contra o CSA e ganhar de goleada. Não é por aí. É preciso seriedade, responsabilidade, determinação. Temos que jogar como Vasco da Gama. Aproveito para convocar os torcedores do Espírito Santo, de Vitória e das redondezas para jogar junto conosco. A torcida precisar lotar o estádio, ser atuante, forte e incentivar a equipe - finalizou o comandante cruzmaltino.

Fonte: Site oficial do Vasco