Marrony aprova esquema do time com dois meias

02/03/2019 às 20h37 - CLUBE

Rio - Os autores dos gols do Vasco neste sábado aprovaram o esquema utilizado pelo técnico Alberto Valentim na vitória sobre o Boavista por 2 a 0, pela segunda rodada da Taça Rio. A escalação de dois meias - Thiago Galhardo e Bruno César - agradou ao atacante Marrony, de apenas 19 anos.

"O time todo está colaborando e a bola tem chegado lá na frente para a gente finalizar", comentou o jogador, autor de cinco gols, artilheiro do time no Campeonato Carioca. No torneio, só marcou menos gols que João Carlos, do Volta Redonda, e Maxwell, do Resende, ambos com sete gols.

Para Rossi, que marcou seu primeiro gol com a camisa do Vasco, a presença de dois meias deixa o time muito mais agressivo. "A bola chega lá na frente toda hora. E temos o Marrony que tem cheiro de gol para ser lançado toda hora", comentou.
 

O técnico Alberto Valentim aproveitou este jogo também para dar rodagem a alguns garotos da base. Como Tiago Reis, de 19 anos, artilheiro do time na Copa São Paulo de Futebol Junior, com nove gols, que entrou na vaga de Marrony e foi bastante aplaudido por já ser conhecido da torcida. Ele teve uma chance real para marcar no final do jogo. Lucas Santos voltou a ter uma chance no segundo tempo ao entrar na vaga de Ribamar.

No final, Valentim justificou o esquema 4-3-3. "É uma forma que deixa nosso time mais agressivo, porém, ficamos mais expostos na defesa, o que é natural. Mas acho que, num todo, o desempenho foi bom. Podemos usar este esquema em alguns jogos ou mesmo empates de jogos quando for necessário", analisou.

O Vasco agora vai ter a semana toda para se preparar visando o clássico com o Flamengo, no próximo sábado, no Maracanã, pela terceira rodada da Taça Rio. Apesar do sucesso dos garotos, são esperadas as voltas de alguns jogadores como Yago Pikachu, poupado, e o atacante Maxi López, se recuperando de lesão.

Foto: Marcelo Gonçalves/Parceiro/Agência O DiaMarrony marcou o primeiro gol do Vasco
Marrony marcou o primeiro gol do Vasco

Fonte: O Dia